Tamanho do texto

Segundo os pesquisadores, adiar o horário de sono de uma criança faz com que ela fique cansada o bastante para conseguir dormir durante a noite

O sono das crianças é, muitas vezes, uma preocupação para os pais — e a falta dele também! Não é fácil saber como fazer um bebê dormir, e muitas mamães e papais sofrem porque não conseguem encontrar uma técnica que ajude os filhos a fechar os olhos e parar de chorar. Para ajudar nesse dilema, cientistas australianos encontraram um método bastante simples que pode tanto diminuir o tempo para adormecer quanto acabar com a birra noturna.

Leia também: Mãe arruma solução criativa para ajudar bebê a dormir à noite, e ideia viraliza

Para encontrar uma forma de como fazer um bebê dormir, os pesquisadores encontraram o método
shutterstock
Para encontrar uma forma de como fazer um bebê dormir, os pesquisadores encontraram o método "bedtime fading".

Os pesquisadores da Universidade de Flinders, na Austália, perceberam que 67% das crianças entre 18 meses e quatro anos demoram mais de 30 minutos para dormir e, dessas, pelo menos 18% levam mais de uma hora para cair no sono. Tentando encontrar uma forma de como fazer um bebê dormir durante a noite, eles encontraram o método chamado de "bedtime fading". 

Essa técnica consiste em adiar gradualmente horário de dormir para que a criança chegue na cama já como sono. A ideia é que, com o tempo, a presença dos pais não seja mais necessária durante o período em que o bebê está dormindo, já que o relógio biológico estará "ajustado" para descansar durante toda a noite.  Além disso, aumentar o tempo acordado e restringir um pouco a oportunidade de dormir faz com que o bebê fique mais sonolento. 

“Os pais frequentemente chegam no seu limite quando procuram profissionais para resolver distúrbios de sono, mas as soluções comportamentais tendem a ser mais eficazes do que ajuda médica”, afirma Michael Gradisar, psicólogo da "Clínica de Sono para Crianças e Adolescentes" da Universidade de Flinders e autor principal do estudo.

Leia também: Como fazer um bebê dormir? Veja cinco técnicas compartilhadas pelos pais

Para testar o "bedtime fading", os pesquisadores acompanharam 21 crianças, com idades entre 18 meses e quatro anos por dois anos. Durante esse período, os pais receberam instruções sobre como aplicar o método em casa.

Depois que os pais começaram a retardar o horário de ir para a cama, logo foram percebidas melhorias, incluindo uma redução na quantidade de tempo necessário para adormecer, que ficava entre os 23 e 11 minutos e caiu para 13 e sete minutos. Além disso, o número de birras semanais antes de dormir caíram de até três para menos de uma. 

Leia também: Cinco atitudes que você deve evitar para não atrapalhar o sono do bebê

Como fazer um bebê dormir com o "bedtime fading"

Segundo a pesquisa, para testar essa técnica é preciso, antes de mais nada, escolher um horário para seu filho acordar. Depois, por algumas noites, é só atrasar o horário de ir deitar em, pelo menos, 15 minutos. Assim, se o seu filho vai dormir às 20h30, pode adiar para 20h45, por exemplo. Durante esse tempo, mantenha-o acordado com atividades leves, ou seja, nada de brincadeiras muito intensas ou aparelhos eletrônicos, como televisão e videogame.

Se ele ainda demorar para dormir, atrase mais o horário de ir para a cama novamente em 15 minutos e vá fazendo isso até que ele adormeça. Com o tempo, é provável que a criança se acostume com a prática e seja mais fácil fazê-la dormir durante a noite. 

estudo da Universidade de Flinders ainda sugere que, para saber como fazer um bebê dormir  com o "bedtime fading", é essencial que os horários sejam mantidos como parte da rotina familiar.