Michelle Srenco era vítima de violência doméstica e há 4 anos é mãe solo

Uma americana de 36 anos, mãe solo, decidiu se “vestir de homem” para que seus filhos pudessem aproveitar um evento especial que a escola dos pequenos promoveu para os alunos e seus pais.

Leia também: Prova de amor: noiva faz votos para enteado e ex-namorada de marido em casamento

Mãe solo Michelle Srenco não queria que seus filhos, Ciarah e Jordan, perdessem dia especial que escola promoveu
Facebook/Love What Matters/Reprodução
Mãe solo Michelle Srenco não queria que seus filhos, Ciarah e Jordan, perdessem dia especial que escola promoveu

“Meu nome é Michelle Srenco. Eu tenho 36 anos. Meus filhos são Ciarah e Jordan, de sete e nove anos. Eu sou uma sobrevivente de violência doméstica e tenho sido mãe solo por quatro anos. Em 2013, escapei do abuso. Quando seus filhos não têm um pai em suas vidas, você se veste como um”, escreveu a americana para a página do Facebook “Love What Matters”.

No evento “Donuts com o papai”, cada aluno deveria levar seu pai para a escola, mas, como Ciarah e Jordan não contam com a presença do próprio pai em suas vidas, Michelle teve a ideia de se vestir como um homem para que os filhos não perdessem o dia especial na escola.

Leia também: Após quatro filhos, mãe tenta última gestação e fica grávida de trigêmeos

Para isso, ela escolheu as características que compõe o estereótipo de uma figura masculina: calça, camisa, boné e uma barba, que foi desenhada com maquiagem. “Eles amaram. Eu só quero que os pais e mães saibam que podem ser tanto pai quanto mãe, independentemente do gênero. Seus filhos não vão se importar, eles apenas querem se sentir como todos os outros e não se sentir fora do lugar.”

“Eu também sou muito próxima do meu pai. Ele sempre me influenciou muito, e eu sempre disse que ele foi a melhor mãe que eu pude ter. Meu pai me ensinou como ser um homem e uma mulher. Eu posso construiu e arrumar qualquer coisa. Sou muito independente e tento passar isso para os meus filhos.”

Michelle conta também que os pais que estavam presente no dia a apoiaram muito. Depois que todos já haviam comido os donuts, as crianças foram para as salas de aula. “Eu falei com a minha melhor voz de pai ‘o papai ama vocês, tenham um ótimo dia’. Eu quero encorajar outros pais a sempre estarem lá pelos seus filhos.”

Leia também: Filho surpreende pais com desenho na parede, e mãe tem melhor ideia para arrumar

Repercussão

As fotos e o relato de Michelle na página “love What Matters” já tem quase 6 mil reações no Facebook e mais de 180 compartilhamentos. A história fez com que outras mãe solo passassem a contar suas próprias experiências. “Eu fui mãe solo de cinco, sendo que dois são homens. Quando meu mais velho fez 18, me desculpei por ele não ter tido um bom modelo masculino enquanto crescia. Ele disse: ‘Você é o melhor homem que alguém poderia ter. Você é mais forte que muito homem que eu conheço’. Nunca vou me esquecer deste momento. Amor sempre faz a diferença”, contou uma das usuárias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.