Quem sempre cuidou de um cabelo liso pode ter dificuldade de cuidar dos cachinhos, mas basta seguir algumas regrinhas simples e não tentar "domar"

Grande parte das mulheres com cabelo cacheado ou crespo só estão se reconhecendo agora que o tipo de fio está sendo mais aceito. Há dez anos, por exemplo, se falava muito menos sobre cachos, e a oferta de produtos também era muito menor para esse público. E se elas mesmas têm dificuldade para cuidar dos próprios fios às vezes, imagina então os pais de cabelo liso e com filhos cacheados ou crespos.  

Leia também: 60 modelos de laços e tiaras para meninas

Crianças com cabelo cacheado ou crespo que estão crescendo agora têm a oferta de muito mais produtos para os fios
Shutterstock
Crianças com cabelo cacheado ou crespo que estão crescendo agora têm a oferta de muito mais produtos para os fios

As dúvidas são naturais, claro. A mãe e o pai que sempre cuidou de um cabelo liso vai passar a tratar dos cachinhos do filho ou filha da mesma forma, mas sem imaginar que o cabelo cacheado ou crespo precisa de um cuidado diferente. E é aí que surge o perigo, já que se não for cuidado da forma correta pode gerar grandes pesadelos às crianças: desde ressecamento e nós até bullying na escola.

Felizmente, para a pequena Catarina, de 10 anos, os cachinhos são, sim, uma alegria. Ela não pensa em esconder e gosta do próprio cabelo, mas a mãe, Lilian Zimerman, que tem cabelo liso, ainda tem dificuldade em cuidar dos fios enrolados da filha.

“Todos os dias, antes de ir para a escola, tem que molhar e passar creme de pentear. Eu gosto mesmo quando ele seca com a água da piscina. Parece doido, não é? Mas os cachos ficam soltos, mais compridos e com uma aparência natural. Eu ainda não encontrei algo que deixe os cabelos dela mais soltos e sem frizz”, conta em entrevista ao Delas.

Leia também: 20 estilos de cabelo para meninos

Catarina tem os fios todos enroladinhos e mais volumosos, mas sua mãe, Lilian, e a irmã, Clara, têm os cabelos bem lisinhos
Arquivo pessoal
Catarina tem os fios todos enroladinhos e mais volumosos, mas sua mãe, Lilian, e a irmã, Clara, têm os cabelos bem lisinhos

O dia a dia na casa de Lilian é corrida. Ela é autônoma e faz bem casados para fora. O cuidado com o cabelo da filha Catarina é mais básico mesmo, creme de pentear que ela compra no supermercado e, às vezes, algum creme de tratamento do salão de beleza que frequentam. A única coisa que deixa a menina chateada é quando não consegue tirar o frizz, já que o cabelo é muito fino e ressecado.

Como cuidar do cabelo cacheado?

Marco Ribeiro, cabeleireiro do Circus Hair, explica que as cacheadas e cacheados não precisam lavar os cabelo todos os dias porque já têm um fio mais ressecado. Nos dias em que a cabeça não vai entrar debaixo do chuveiro, basta borrifar um pouco de água com creme e ir amassando os fios com as mãos para deixar bem cacheado e definido.

“Evitar produtos à base de petróleo e ou que tenham sulfato e silicones em sua composição também é importante”, explica os especialistas. Se em um primeiro momento esses produtos parecem gerar um efeito legal ao fios, depois de um tempo passa a ressecar ainda mais o cabelo.

A ideia é seguir as técnicas do Now e Low poo, que proíbe o uso de produtos com essas substâncias, também nos pequenos. Se você não sabe quais xampus, cremes, condicionadores e máscaras são liberados, pode fazer uma busca rápida na internet e já vai encontrar diversas listas apontando quais linhas e marcas podem ser usadas. Marco afirma também que vale usar linhas próprias para os pequenos, porque são mais leves e menos agressivas aos fios.

O que nunca devo fazer?

Alisar os fios com produtos químicos não deve ser uma opção para quem ainda nem passou pela puberdade. O cabelo muda muito nessa fase, e o alisamento pode ser um caminho sem volta. Depois que os cachos vão embora, pode ser difícil voltar com eles de uma forma saudável e sem traumas.

Felizmente, hoje, muitas mulheres que perceberam que alisavam seus fios crespos ou cacheados por pura pressão da sociedade já estão passando pela transição capilar . Mas crianças são muito pequenas para saber se querem realmente fios lisos, além de que os tratamentos para mudar a textura do cabelo cacheado ou crespo são muito agressivos.

Outra coisa que não deve nem passar pela cabeça dos pais é pentear o cabelo quando ele tiver totalmente seco. Isto vai acabar com a forma do cacho e ainda pode danificar o fio. Além de que vai fazer a criança sofrer, porque dói.

Como tirar os nós?

Precisa pentear os cachinhos? Então só faça isso com ele molhado e com um pouco de creme, caso contrário, vai machucar
Shutterstock
Precisa pentear os cachinhos? Então só faça isso com ele molhado e com um pouco de creme, caso contrário, vai machucar

A presença de nós está muito ligada aos produtos que são usados e a forma com que o cabelo é arrumado. Marco aconselha desembaraçar os fios com um pente largo durante o banho e com cremes hidratantes, segurando a raiz com a mão para a criança não sentir dor.

A mãe e o pai devem fazer isso com calma e cuidado, começando pela ponta da cabelo e indo em direção à raiz, nunca o contrário, para não acabar quebrando os rios ou deixando-os presos ao pente.

E aqueles fiozinhos da frente da cabeça?

“Esses são os fios novos, finos e frágeis, que são comuns nos pequenos. Para hidratá-los, pode-se usar produtos como óleos com ação hidratante e reconstrutora”, explica o cabeleireiro.

A criança precisa fazer hidratação nos fios?

A mãe e o pais podem até procurar hidratar os fios, mas não é algo necessário para todos os casos, afirma o especialista. Vale pedir a opinião de quem cuida do cabelo da criança. “Se os fios estiverem muito ressecados após sol ou praia, pode fazer.”

Sugestão cortes e penteados

Marco conta que cortes em camadas e repicados dão leveza e valorizam o volume natural do cabelo cacheado e crespo - não adianta lutar contra o volume, já que ele é uma característica natural dos fios enrolados.

Leia também: Low Poo ou No Poo: qual técnica é a melhor para seu cabelo? 

“Os penteados que valorizam a forma natural dos cabelos são os ‘semi-presos’ ou a falsa trança embutida. Coques com trança também são uma ao dica”, conta o especialista. Vale lembrar que não pode puxar muito o fio, para que ele não arrebente, principalmente se já estiver ressecado.

Inspiração

Eu, a repórter que assina esta matéria, também sou uma cacheada. E por experiência própria afirmo que conseguir se ver em princesas, personagens e outras pessoas é uma experiência maravilhosa.

Quando era pequena, não havia princesas com cabelo cacheado ou crespo. Quando a personagem Merida, do filme “Valente”, da Disney, apareceu nos primeiros trailers da produção, achei incrível. Ela tinha os fios muito enrolados e volumosos. Não precisava deixá-lo preso e podia correr por todos os lados com os cachos.

Leia também: YouTube para crianças: 15 canais adequados para seu filho

Nada se compara, entretanto, com o dia em que assisti ao filme Moana. Praticamente me vi na telona. Com 24 anos, parecia uma menininha de quatro cantando a música tema do longa.

As mães e os pais devem apostar nestes filmes, livros e brinquedos com personagens com cabelo cacheado ou crespo. É importante para a autoestima da criança e futuro adolescente se reconhecer fora do espelho. É também essencial entender que os fios enrolados e volumosos não são errados e que não precisam ser controlados, basta eles serem aceitos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.