Desde o que servir até como agir em caso de chuva, veja dicas preciosas para reunir amigos e familiares em espaços públicos

Planejar e preparar uma festa temática ao ar livre não é tão complicado assim. Espalhados pela cidade, parques e praças públicas têm funcionado como o cenário perfeito para comemorar o aniversário das crianças, de um jeito bem natural.

O primeiro passo é entrar em contato com a administração do local. Não há nenhum impedimento específico para a realização de uma festinha, mas parques e praças contam com regulamentos diferenciados, que podem conter restrições diversas. Em alguns lugares, por exemplo, não é permitido amarrar balões nas árvores ou deixar o som alto demais.


Todos esses pequenos detalhes devem ser levados em conta antes de começar qualquer preparativo. “Se a mãe planeja fazer um piquenique, por exemplo, precisa se certificar de que ninguém vai ficar incomodado de se sentar no chão. Se os convidados tiverem mais idade, é legal investir em uma estrutura mais formal, com cadeiras, para ninguém ficar desconfortável”, aconselha Aline Staciarini, da Fresa Festas.

Outro ponto importante é sobre a estrutura do próprio espaço. Parques grandes, como o Ibirapuera, em São Paulo, contam com sanitários masculino e feminino. Em praças, porém, não há nenhuma garantia de que os convidados terão esses espaços. Por isso, a dica é considerar algum serviço de cabines portáteis, que são mais confortáveis que os banheiros químicos, e quebram o galho no caso de alguma emergência com as crianças. Preparar alguns kits com panos limpos, álcool gel e água para lavar as mãos também é recomendado.

Leia também: 
30 opções de comidas práticas para festa de aniversário infantil
20 brincadeiras para animar a festa de aniversário infantil

E quem deve cuidar de todo o lixo da festa? Essa é mais uma responsabilidade que fica com os anfitriões. Novamente, vale conhecer o espaço com antecedência, para se certificar de que ele é equipado com lixeiras em pontos estratégicos ou se é necessário levar por conta própria. No fim da festinha, é importante deixar o parque do mesmo jeito que foi encontrado.

Atrações, comidinhas e bebidinhas

Festa boa é aquela que tem crianças correndo, brincando e se divertindo por todos os lados. Para isso acontecer, não basta criar um ambiente fofo, com almofadas e toalhas sobre a grama. Os pequenos precisam de alguma atração que combine com uma festinha ao ar livre. As lembrancinhas da festa, por exemplo, podem ser brinquedos como bola, corda e peteca, que podem ser aproveitados por pais e filhos em casa ou ali mesmo.

Há também a opção de contratar atrações especiais, como grupos de música ou teatro. Antes de definir qualquer coisa, porém, é preciso consultar o regulamento do parque e ver se esse tipo de entretenimento é liberado.

“O piquenique em si, com todas as brincadeiras, já é um divertimento, as crianças adoram. Se tiver uma atração, claro, melhor ainda. Mas não é ponto obrigatório. Tem que ter a ver com o espírito da festa, algo mais descontraído. Não dá para colocar o show da Disney no meio do parque, por exemplo”, explica Aline Staciarini.

A descontração também deve guiar a escolha dos petiscos do aniversário. Lembre-se: um piquenique ao ar livre não dispõe de espaço para que os convidados cortem alimentos, por exemplo. Então, o melhor é apostar em tudo que puder ser comido com as mãos e guardanapos, como sanduíches e fatias de bolo mais sequinhos, que não fazem sujeira. Entram nessa lista também biscoitos, frutas cortadas e outros quitutes práticos.

Veja também:
50 ideias para servir comida em festa infantil de maneira criativa e prática
Comidas saudáveis para festa infantil

Na maioria dos parques, as bebidas alcoólicas são proibidas. Por isso, evite conflitos com a administração do local e leve outras opções para os convidados. Um cooler com gelo é muito bem-vindo nessa hora. Vai ajudar a manter as bebidas geladinhas e conservadas.

Dê preferência para comidas práticas em festas em parques e praças
Daniela Leme Fotografia
Dê preferência para comidas práticas em festas em parques e praças

Jogo de cintura

Quem planeja uma festa ao ar livre precisa ter em mente que, infelizmente, imprevistos acontecem. Para que a celebração aconteça, é necessário contar com a ajuda do céu e torcer para que o dia escolhido seja ensolarado e fresco. Piquenique no sereno? Nem pensar.

“Nesses casos, é importante ter um plano B. O tempo é uma variável que está fora do nosso controle. Por isso, a mãe precisa de uma alternativa para o dia na festa e deixar isso avisado no convite, que em caso de chuva a festa será transferida para um lugar coberto. A mãe fica mais relaxada se conta com esse planejamento extra. O aniversário é um momento para celebrar, não para perder a cabeça”, ressalta Roseli Fato, da Pra Gente Miúda Criações.

A grande vantagem desse tipo de festinha é que a própria natureza deixa a decoração ainda mais charmosa, fora que não existe uma restrição de convidados. Pode vir quem quiser.

“É muito mais agradável fazer uma festa ao ar livre do que em um lugar fechado. Todo mundo se diverte e os pais conseguem conversar e interagir entre si, sem aquela barulheira toda dos buffets. Não é uma tortura. Também tem esse lado de aproveitar os espaços públicos que as cidades nos oferecem”, acredita Aline Staciarini.

Continue lendo:
Detalhes da decoração deixam a festa infantil muito mais charmosa
45 ideias de bolos para festas infantis

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.