Conferir a letra do médico na consulta e nunca dar remédio de gotinha diretamente na boca da criança são algumas das recomendações dos pediatras. Veja outras na galeria abaixo

Medicar crianças é tarefa das mais estressantes para os pais. Elas resistem, lutam e, não raro, cospem tudo. Mas não tem como contornar a situação. Remédio precisa ser ministrado e exatamente de acordo com as orientações médicas prescritas na receita.

Mas você sabia que precisa perguntar para o médico se o medicamento impõe alguma restrição alimentar à criança? Isso porque existem alimentos que prejudicam a absorção de certas substâncias presentes em alguns remédios. Sabia também que é comum confundir as dosagens quando mais de uma criança com idades diferentes passam pelo mesmo tratamento?

Para evitar cometer erros na hora de medicar seu filho, veja as principais orientações do pediatra e neonatologista Jorge Huberman e da pediatra do hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, Wylma Hossaka:

ATENÇÃO:  Consulte o pediatra antes de usar qualquer remédio. A automedicação infantil pode causar sérios danos à saúde

Leia também:
Como dar remédio para o seu filho
Os 30 remédios essenciais para salvar mães e bebês
O que pode e o que não pode na gravidez

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.