Saiba o que os pais devem levar em consideração ao revelar uma gravidez e veja, na galeria de fotos, ideias fofas de como contar sobre o novo membro da família para parentes e amigos

Inquietação, período com atraso, enjoos matinais. As dúvidas não terminam quando o teste de gravidez aparece com aquele sinal positivo. Muito pelo contrário. A partir do momento em que a gestação é confirmada, todas as perguntas de uma vida parecem surgir de uma só vez. “Quando devo contar?” é uma das primeiras e mais importantes, já que envolve o parceiro, familiares, amigos e até mesmo colegas de trabalho.

Algumas considerações devem ser feitas no momento da descoberta. O primeiro passo é se perguntar se a perda eventual daquele bebê seria encarada com naturalidade ou não. Isso porque, na primeira gestação, o risco de aborto espontâneo é muito alto, girando em torno de 50% nos três primeiros meses.

>> Veja, na galeria de fotos abaixo, ideias de como contar sobre a gravidez para família e amigos mais íntimos:

Daniele Jafet, assessora para gestantes, aconselha que os pais tentem manter a gestação em sigilo caso cheguem à conclusão de que não saberiam lidar muito bem com essa situação. “No caso da perda do bebê, se for muito sofrido para os pais encontrar alguém que pergunte sobre a gestação e isso for uma fonte de inquietação, é melhor não contar para parentes e amigos nos três primeiros meses”, aconselha. Ela lembra que os avós, normalmente, têm muita dificuldade em guardar esse segredo do restante da família. Neste caso, uma conversa sincera e um pedido de discrição são indicados.

Mas essa não é uma regra para todas as famílias. “Depende muito do preparo emocional de cada um. Eu e minha esposa somos ginecologistas obstetras, então, estamos familiarizados com as chances altas de um aborto espontâneo no primeiro trimestre. Mesmo assim, já contamos a novidade para todos os nossos familiares e amigos”, conta o especialista Domingos Mantelli, que descobriu sobre a gravidez da esposa há uma semana.

Leia também:
O que pode e o que não pode na gravidez
Gravidez Semana a Semana

No trabalho, a dica é também manter a discrição de modo geral, mas informar pelo menos um superior sobre a gravidez o quanto antes, evitando surpresas desagradáveis. “Já vi casos de mulheres que esperaram demais para contar e, um belo dia, foram dispensadas. No ato da demissão foi preciso falar sobre a gestação, condição que impede que a mulher seja mandada embora. Ficou uma situação bastante embaraçosa”, atenta Daniele Jefet.

Mesmo que o relacionamento esteja passando por dificuldades, esconder a gravidez do parceiro não é boa ideia
Thinkstock/Getty Images
Mesmo que o relacionamento esteja passando por dificuldades, esconder a gravidez do parceiro não é boa ideia

Surpresa, você vai ser pai!

Nesse ponto, não deve existir nenhuma dúvida: o futuro papai deve ser o primeiro a saber da gravidez. Se possível, de um jeito bem divertido e criativo, para que a descoberta e o início de uma nova fase sejam celebrados e curtidos plenamente pelo casal. (Veja opções de como contar sobre a gravidez na galeria de fotos acima)

“A mulher pode surpreender o marido vestindo uma camiseta com alguma frase bem legal sobre maternidade ou preparando um jantar especial com um cartão e o teste de gravidez com o resultado positivo, por exemplo”, sugere Daniele Jefet.

Veja também:
Teste: que tipo de mãe você vai ser?
Você está preparada para ser mãe?

Mesmo que o relacionamento não esteja em uma fase boa ou que o casal esteja passando por outros tipos de dificuldades, como financeiras, esconder a gravidez nunca é uma boa ideia. A mulher pode acabar tomando para si os sentimentos de angústia e medo por aquele imprevisto, o que é prejudicial para uma gestante. Vale lembrar que as dificuldades e o cenário podem mudar ao longo dos nove meses que vêm pela frente.

Ciúme

Se o casal já tem um ou mais filhos, também é importante preparar essa criança para a chegada de um novo membro à família, explicando que o bebê que vai nascer não substitui ou diminui o amor dos pais pelo irmão mais velho. Esse tipo de conversa ajuda a evitar uma crise de ciúmes da criança.

Quem também não pode ficar de fora da novidade são os pais, ou, no caso, os futuros avós. “Os pais dos dois lados devem estar no topo da lista dos que devem ser informados da gravidez. Depois, os familiares mais distantes e, por fim, amigos”, observa Domingos Mantelli.

Um almoço especial, que reúna as duas famílias, pode ser a ocasião perfeita para dar a notícia. Se os pais moram longe, vale investir em alguma lembrança que represente a maternidade, como um sapatinho ou uma pequena mamadeira, com um cartãozinho “vocês vão ser avós!”, enviados pelo correio. “O mais legal dessa fase é que você une as famílias e cria um vínculo com a criança, ainda na barriga”, acredita Daniele Jefet.

>>> Assine a newsletter do Delas , curta nossa página no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.