Flores, topos de cupcakes e aplicações de tecidos são alguns dos itens que fazem toda a diferença no visual da comemoração. Decoradoras dão as dicas

A escolha da decoração é uma das partes mais importantes da preparação da festa de aniversário infantil. É a partir do tema eleito pelos pais e pela criança que se torna possível pensar nos detalhes que farão toda a diferença no visual da comemoração – convites, doces, balões, lembrancinhas e tudo que componha o ambiente.

As vedetes da vez são as flores naturais, que fazem bonito na mesa do bolo ou nas auxiliares, que os convidados usarão. “Elas dão um toque especial e trazem vida para a festa”, explica a produtora de eventos Malu Mattos.  O tom depende do gosto dos pais, mas ela defende que as cores fortes sejam sempre usadas, principalmente para “quebrar” um pouco decorações clarinhas: “Festa infantil tem que ser colorida”.

A decoradora e designer Fabiana Moura  destaca que, além de enriquecerem o ambiente, as flores comovem e encantam os convidados. “Tanto que eles adoram levar os arranjos para casa no final dos eventos, é muito curioso”, conta. De toda forma, orienta que só sejam usadas se o tema tiver a ver com flores: “Se elas são colocadas fora de contexto, fica tudo sem harmonia. Não é porque são lindas que são obrigatórias”.

Ainda pensando em espalhar cor pelo ambiente, os balões com gás hélio têm sido cada vez mais usados em festa de bebês, crianças e pré-adolescentes. “Eles fazem um efeito lindíssimo e preenchem espaços vazios de maneira elegante. São uma tendência forte”, afirma Fabiana. Malu complementa que “as crianças adoram e depois podem levá-los para casa”.

Detalhes em itens comestíveis

Doces (como o brigadeiro), cupcakes e cake pops decorados são detalhes que conferem charme extra às mesas de aniversário. “Chamam muita atenção entre os convidados. Hoje, temos doceiras que fazem verdadeiras obras de arte sobre os doces”, diz Fabiana.

Na mesma linha, Malu sugere o uso de cookies em formato de letras formando o nome do aniversariante como detalhe de destaque na elaboração da mesa, além de doces em embalagens diferentes, como tubetes. “Ficam uma gracinha e também podem dar um toque de cor, seguindo o tema da festa”, opina.

Para as fotos na hora do “Parabéns”

Uma mesa bonita ganha muito com l aços bem feitos e em locais estratégicos, como no bolo cenográfico – eles aparecerão com destaque nas fotos na hora do “Parabéns”, principalmente se os tons das fitas contrastarem com os do bolo. “Um laço bonito é sempre um charme. Tem que ser feito com capricho, para mostrar o cuidado dedicado à festa”, recomenda Malu.

Detalhe igualmente importante é o fundo da mesa: nos registros da festa, ele será o cenário, a moldura da felicidade dos pais e do aniversariante. Para Fabiana, “ele é indispensável, pois quando mais elaborado é o fundo, mais grandioso é o resultado da mesa toda. Pode ser feito com elementos divertidos que remetam ao tema, com muro inglês [painel revestido com folhagens] ou com tecido”.

Toque de aconchego

A aplicação de tecido ganha espaço, ainda, em diferentes detalhes espalhados pela decoração da festa, como nos embrulhos de doces e na parte inferior das mesas. “O tecido dá um toque aconchegante e diferente a bombons, balas e outros doces mais sólidos”, diz Malu.

Formar o nome do aniversariante com cookies em formato de letras é um detalhe que enriquece a decoração da festa
Fabiana Moura/Divulgação
Formar o nome do aniversariante com cookies em formato de letras é um detalhe que enriquece a decoração da festa

Outra forma de deixar o ambiente da festa com aquela sensação de conforto familiar é usar peças básicas de casa como decoração. Entram aí bandejas de madeira e de inox, caixas, baús e até acessórios da mãe e do pai. Malu ressalta que é preciso usar a criatividade. “Um tecido em volta de um vaso, arrematado com um belo laço, dá outra vida a um arranjo. Colares e brincos são transformados em ‘tesouros’ dentro de um pequeno baú em uma decoração temática de fundo do mar”, exemplifica.

O que os convidados levarão para casa

Rótulos de garrafinhas de água, embrulhos de barras de chocolate e caixinhas de balas são alguns dos itens que podem ser enriquecidos se neles for aplicada a papelaria personalizada, um detalhe que chegou para ficar nas festas infantis nos últimos anos. “Para garantir o equilíbrio e deixar tudo ligado é bacana fazer uma arte parecida para todos os objetos”, aconselha Fabiana. “E deve-se tomar cuidado para harmonizá-los com o restante da decoração, para não gerar poluição visual”, completa.

O toque final fica por conta das lembrancinhas. Foi-se o tempo em que elas eram saquinhos de doces ou de brinquedos sem a menor personalização: hoje, elas seguem o tema da festa e, para que ninguém saia de mãos abanando, devem ser disponibilizadas em versões para crianças e para adultos. “Acho muito atencioso, principalmente em festas de crianças muito pequenas, em que muitos convidados são adultos, ter as duas opções. Para os adultos, o melhor é optar por algo comestível, como brownies ou potinhos de doces”, propõe Fabiana.

Já para as crianças, o legal é elaborar um kit que faça os convidados lembrarem de todo o clima da festa. Fabiana dá alguns exemplos: “Fiz uma festa ‘Fazendinha’ em que a lembrancinha era um kit ecológico para os amiguinhos plantarem uma mudinha. Também teve a festa ‘Fundo do Mar’, com um baldinho com brinquedos de praia para os convidados levarem para casa”. Segundo a decoradora e designer, esse tipo de detalhe mostra que houve planejamento e preocupação com a harmonia do conjunto, fazendo valer todo o esforço com cada cantinho do salão.

Veja ainda:
Festas para meninos
Festas para meninas
Como preparar uma festa sem erro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.