Pega-pega, bolinha de gude, guerra de água e jogo de sombras: confira uma seleção de atividades para crianças

Brincar “lá fora” é sempre uma curtição. Para oferecer esse prazer às crianças e adolescentes vale levar ao parque, à quadra ou ao playground do prédio. “O impacto de brincar ao ar livre é muito positivo e essa interação é fundamental”, destaca Mayre Vigna, coordenadora do curso de pedagogia da Universidade Anhanguera de São Paulo.

“Qualquer brincadeira que envolva um ou mais aspectos do desenvolvimento é válida: desde brincar na areia, que estimula o lado criativo, o tato e a fantasia, como jogar bola no parque, que trabalha regras, atividade física intensa e socialização”, observa a psicóloga Erika Estevez.

>> Confira abaixo 40 brincadeiras para fazer com seus filhos neste verão:

“É importante que os pais, além de acompanhar, brinquem com os filhos. Na nossa sociedade, há um distanciamento desse brincar. Os pais são os modelos, quando ela não tem esses modelos, cria-se uma defasagem para a vida toda”, alerta Mayre.

Antes de sair, alguns cuidados devem ser observados pelos pais: as crianças devem usar roupas leves, estar bem hidratadas, passar protetor solar, levar bonés e chapéus, buscar locais com sombra e ofertar uma alimentação leve, enumera Daniela Girotto, coordenadora pedagógica da Escola Viva e autora do livro “Brincadeira em todo canto” (Editora Peirópolis).

Especial 100 Brincadeiras: escolha a melhor para fazer com seu filho

Se for o caso, use equipamentos de proteção como joelheiras, luvas e capacete. “Atente para o calçado. O tênis evita que alguém se enganche. O tanque de areia deve ser protegido da chuva e não ter sido usado por nenhum animal”, acrescenta Mayre.

Este ano vale lembrar que, mesmo com altas temperaturas, as brincadeiras com água devem ser moderadas devido à perspectiva de racionamento em várias cidades do País.

Agradecimentos: Daniela Girotto, coordenadora pedagógica da Escola Viva; Erika Estevez, psicóloga; Mayre Vigna, coordenadora do curso de pedagogia da Universidade Anhanguera de São Paulo; Paola Machado, personal coach da Kangoo Jumps; Sônia Baú, pedagoga e recreadora infantil do site “Olha Mamãe”.

Leia também:
A importância do brincar
Sete perguntas sobre brincadeiras infantis

>>> Assine a newsletter do Delas , curta nossa página no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.