Especialistas dão dicas para ajudar os pais a escolher o local da folia com segurança; confira sugestões de bailinhos para ir com as crianças

Chegou a hora de caprichar na fantasia da garotada e brincar o carnaval. Além das precauções básicas – escolher roupas leves e de material que não irrite a pele da criança, usar apenas tintas adequadas à pintura corporal infantil para as produções mais elaboradas e manter os pequenos alimentados e hidratados –, é preciso tomar alguns cuidados ao eleger o local da folia (confira opções de matinês de carnaval para crianças em diversas capitais brasileiras ao final da página).

Cristina Ortiz, pediatra e diretora médica do Pronto Baby, e Lia Gonsales, coordenadora de mobilização da ONG Criança Segura, dão dez dicas para que a farra em bailinhos fechados seja um sucesso. Confira:

Matinê do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro: diversão para as crianças no carnaval
Divulgação
Matinê do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro: diversão para as crianças no carnaval


Presença de médicos
Certifique-se de que haverá uma enfermaria bem equipada em funcionamento e profissionais de plantão para atender as crianças em qualquer eventualidade.

Segurança contra incêndios
Além de saídas de emergência bem sinalizadas, extintores e profissionais treinados devem ser facilmente localizados no salão e arredores.

Ventilação
Os dias são quentes e a agitação deixa os pequenos foliões suados. É preciso que o ambiente conte com ventiladores ligados e uma boa circulação do ar. Ambientes abafados podem causar até desmaios.

Piscinas
Se houver alguma piscina por perto - como é o caso de alguns clubes -, verifique se será proibido o acesso a elas, evitando assim o risco de afogamentos.

Piso
As crianças correm e dançam nos bailinhos de carnaval e os pisos devem ter aderência para evitar quedas e acidentes.

Janelas do salão
Cheque o posicionamento das janelas e não deixe seu filho chegar perto delas sozinho, especialmente se o salão não estiver localizado no térreo.

Confete, serpentina, spray de espuma e similares
Crianças muito pequenas não podem manuseá-los sozinhas. Além disso, fique atento para que elas não os coloquem na boca ou os engulam acidentalmente.

Alimentos e líquidos
Nem sempre os pais conseguem levar lanchinhos e bebidas, então é importante que o local ofereça possibilidades para a nutrição infantil.

Horário
Evite os bailinhos com início entre 12h e 13h. A temperatura chega ao seu pico do dia nesse horário e não é bom abafar crianças em ambientes fechados nessas condições. Prefira os eventos que aconteçam do meio da tarde em diante.

Trocador/vestiário
Caso você tenha que trocar a roupa de seu filho, deve ser disponibilizado um ambiente propício para que isso seja feito com segurança e conforto. Nada de fazer a troca no meio do salão.

>> Veja opções de bailes de carnaval para crianças em diversas capitais:

Veja ainda:
38 fantasias de carnaval para as crianças
Folia sem sair de casa



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.