Filhos de pais separados s?o rebeldes. Essa frase-cliche n?o precisa ser a realidade: e so evitar algumas armadilhas durante o processo de separac?o

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491668286&_c_=MiGComponente_C

Fabiano Baueb n?o e terapeuta de familias, nem psiquiatra, mas sim oftalmologista, pai de Jo?o Lucas, Carolina, Ana Victoria e... divorciado.

Para acabar com esse mito, foi com a sua propria experiencia ? misturada a pesquisas de campo ? que ele mergulhou de cabeca no tema para escrever o livro Filhos de Pais Separados Podem Ser Felizes.

Atualmente, cerca de 50% dos casamentos terminam em divorcio ou separac?o. Mas se os problemas com drogas, estudos e violencia estiverem relacionados a separac?o dos pais, significa que a mesma porcentagem dos adolescentes corre o risco de passar por esses disturbios de comportamento?

N?o necessariamente, afirma Fabiano Baueb. O grande problema esta muito mais envolvido com a forma que o divorcio acontece do que com o fato em si, ele completa.

No Brasil, a justica familiar ainda e muito conservadora. Em 90% das familias quebradas, a guarda dos filhos fica com a m?e no esquema 7/1 ou 14/1. O que significa que os filhos passam sete ou 14 dias com a m?e e somente um com o pai.

Dentro desse contexto, e pela quest?o judicial eles acabam sendo taxados de ausentes. E na falta dos pais e no sofrimento das m?es que a crianca se perde e pode vir a desenvolver problemas comportamentais, explica Baueb.
Alem disso, existem os casos em que um dos conjuges, abalado emocionalmente com o divorcio, usa a crianca de escudo na briga dentro da relac?o, e faz a cabeca dela contra a outra parte envolvida. E o que Richard Gardner, em 1985, chamou de Sindrome de Alienac?o Parental.

No outro lado da moeda, ha os pais que procuram trocar a ausencia, obrigatoria por lei, com mimos e fricotes. Como eles ja passam a maior parte do tempo longe, procuram compensar com presentes, alem de evitar broncas e desentendimentos para n?o estragar o relacionamento, lembra Fabiano.

A separac?o dos pais n?o e um fato facil de lidar, nem para os pais, muito menos para as criancas. Mas um bom comeco e estar atento para n?o cair em nenhuma destas armadilhas comuns. Fabiano Baueb garante que, entre tumultos e dificuldades, e possivel criar filhos felizes e saudaveis. O segredo e colocar a crianca sempre em primeiro plano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.