Se ele da trabalho durante as viagens, faz voce passar vergonha no restaurante e abre aquele berreiro no supermercado, veja como amenizar esses chiliques usando apenas a sua criatividade (e paciencia)

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237496382530&_c_=MiGComponente_C

No avi?o
Se o trajeto for muito longo, prefira os voos noturnos. Assim seu filho consegue dormir direitinho durante o percurso. Em caso de viagens diurnas, leve brinquedos, papeis para desenhar, videogames portateis (ou DVD), massinha de modelar. Conte para ele como funciona um avi?o, a historia do primeiro voo ou as func?es da tripulac?o. Isso deixa a experiencia muito mais interessante para voces. Com divers?o por perto ele n?o atormentara voce e nem os passageiros das poltronas ao lado.


No carro
As vezes a viagem dura horas ou o transito caotico tipico das grandes cidades pega voces de surpresa. Para evitar que voce perca o controle da direc?o enquanto ele esperneia e pula sem parar entre os bancos, e bom se prevenir: deixe no carro uma mochilinha com pertences divertidos para distrai-lo. Alguns CDs com musicas para cantar junto tambem podem fazer as horas passarem mais depressa. Ou brincadeiras como contar carros amarelos, ler placas ou simplesmente dar tchauzinho para outros motoristas.


No restaurante
Basta a comida demorar um pouquinho e la esta ele correndo pelo restaurante, atormentando o garcom, sumindo com talheres e guardanapos. N?o e facil manter o controle em situac?es como essa. Por isso, antes de fazer o passeio gastronomico, vale consultar locais em que criancas s?o bem-vindas. Alguns restaurantes disponibilizam espacos para divers?o, cadeiras especiais, cardapio proprio e ate giz de cera para rabiscar a mesa. E na hora de escolher o que ele vai comer, nada de ser t?o exigente. Deixe as comidinhas corretas e super saudaveis para o dia a dia dentro de casa. Em momentos como esse, vale deixar a crianca se divertir com a batata-frita e o refrigerante.


No supermercado
Voce ja sabe que, se leva-lo, tera que estar disposta a negociac?es. Claro que ele n?o vai passar batido pela sec?o de guloseimas e n?o se encantara com verduras e semente de linhaca. Explicar a importancia de alguns alimentos e estabelecer o que sera permitido comprar antes de chegar ao mercado ajuda a evitar alguns conflitos e chiliques homericos. Ele n?o ira entender que a agua sanitaria pode ser mais importante que aquele chiclete novo que estoura na boca. Mas voce pode explicar que e necessario manter a casa limpa para que ele possa chamar os amiguinhos para brincar no fim de semana, sugere a pedagoga Maria Angelica Somas.


Quando tem visitas
Basta chegar alguem em sua casa que ele ja comeca aquela performance absurda, digna de uma peca de teatro? Hora de ter uma conversinha com ele. Algumas criancas sentem a falta de atenc?o e d?o showzinhos para mostrar que elas est?o ali e querem ser notadas, explica a especialista. Voce precisa deixar claro que as visitas sempre ser?o bem-vindas e isso n?o afeta em nada no amor que voce sente pelo seu filho. N?o ignore a presenca dele quando estiver conversando com outros adultos. Se ele estiver brincando no quarto ou se distraindo com algum jogo na sala, se aproxime de vez em quando para ver o resultado do jogo ou para perguntar se ele esta se divertindo. Sentir a sua presenca e preocupac?o ajuda a aliviar a tens?o.


Banco
Fila de banco e realmente entediante para qualquer um. Se voce n?o tem como deixar as criancas em casa na hora de resolver essas pendencias financeiras, prepare-se! O lugar n?o ajuda a distrair e ficar em pe esperando a sua vez chegar e um tormento tambem para os pequenos. Uma dica e usar o proprio papel da conta para distrair. Pegue uma caneta e peca para ele circular, por exemplo, todos os numeros 8 que encontrar. Ou invente historinhas para ele ouvir que incluam essas situac?es chatas do cotidiano. Faze-lo perceber que momentos como esse tambem fazem parte do dia a dia ajuda a encarar a experiencia de forma mais leve e sem tanto estresse.

Leia mais sobre: filhos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.