Ele pode ser silencioso, mas ter a mente bem fértil. Veja como deixar seu parceiro à vontade e prepare-se para ouvir suas mais loucas fantasias sexuais

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491679134&_c_=MiGComponente_C

Acordo Ortográfico

Às vezes dá vontade de espremer o cara na parede e sacudi-lo até sair alguma coisa. Quando o assunto é fantasia sexual, eles são discretos até demais. Mas com jeitinho essa situação pode mudar.

Um relacionamento aberto para conversar sobre sexo e sobre o que você e ele gostam é fundamental. Impossível querer que alguém revele o que quer fazer na cama se esse assunto é tratado só com os amigos e considerado um horror dentro de casa (ou do motel). Falar sobre fantasias sexuais exige uma abertura para que o parceiro não se sinta pressionado e com vergonha.

E se ele for tímido? Bem, use isso a favor do casal! As fantasias sexuais são férias do cotidiano: com elas podemos encarnar personagens e nos soltar muito mais, explica a consultora em Terapias Sensuais Glauciane Lourenço.

Mas será que você está realmente preparada pra ouvir o que ele está louco pra fazer? Geralmente, as fantasias fogem completamente do papai e mamãe básico. A erotização através da fantasia se dá pela fuga do lugar comum, fazendo com que os fetiches venham à tona e contribuam para uma relação sexual mais prazerosa, explica a consultora.

O advogado Mauro Mendes, 43 anos, teve uma primeira experiência traumática, mas aprendeu a lidar com o assunto. Namorava há um ano e meio e ela me deu uma super abertura para revelar meu grande prazer: sadomasoquismo. Preparei a cena e a convidei para ir lá em casa. Quando viu meus apetrechos, teve um surto. Foi horrível. Ela me batia com o chicote e me chamava de louco. Hoje já entendi que precisa de um certo jogo de cintura. A cumplicidade entre os parceiros é fundamental, comenta.

Ele pode querer sexo em cima da máquina de lavar ou até um ménage à trois. E aí é que você pode engolir seco. Estar preparada para ouvir a fantasia masculina é tão importante quanto estar preparada para vivenciá-la. Requer maturidade e um posicionamento forte diante do que você irá ouvir, adverte Glauciane.

A preparadora física Andrea Leme, 32 anos, tinha vontade de torcer o marido pra ver se ele confessava os seus fetiches: Morria de raiva. O cara não falava nada. Até o dia fatídico em que a gente resolveu abrir o jogo e dividir os desejos. Ele me contou sua grande fantasia: ser urinado! Quase desmaiei. Meu marido engravatado não podia pensar isso, relembra aos risos. Hoje a gente lida muito bem com as nossas bizarrices e prazeres. O importante é você levar tudo numa boa.

Mas confidenciar uma fantasia não significa impor que ela aconteça. A pressão, além de te deixar péssima e tornar a noite um caos, pode ser o estopim para detonar a relação. E a consultora adverte: Caso a fantasia do parceiro envolva situações que agridam você, pense duas vezes antes de realizá-la ¿ ou não realize. O sexo deve ser espontâneo e de qualidade. Saiba discernir o que é bom ou não para você.

Dicas práticas para fazer o parceiro liberar os desejos (e para você não cair dura depois)

- Conversem bastante sobre o que vocês gostam e não gostam na hora do sexo. Isso tira aquele ar de tabu que atrapalha tudo.

- Antes do sexo, comece uma conversa gostosa e instigue o parceiro a se soltar verbalmente .

- Dê uma de dominadora e diga que hoje quem manda é você! Confesse algumas fantasias suas e peça para ele dizer as deles. A troca de segredos sensuais pode ser parte da brincadeira.

- Nada de cutucar demais. Se ele não está à vontade pra falar, tenha calma. Pressionar não é uma tática e pode deixá-lo mudo para sempre.

- Mande um e-mail cheio de detalhes picantes. A resposta pode te surpreender!

- Nada de se subjugar ao desejo dele apenas para satisfazê-lo . Fantasia boa é aquela que deixa o casal feliz!

- Lembre-se sempre de que as fantasias ocupam um lugar diferente da vida cotidiana . Chamá-lo de louco e doente caso ele confesse que gosta de ser urinado pode fazê-lo nunca mais abrir a boca.

Sexo bom é sexo que dá prazer aos dois. Use camisinha e se jogue!

Leia mais sobre: fantasias sexuais

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.