Confira dicas de especialistas para cuidar do seu bebê

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237496359976&_c_=MiGComponente_C

O bebê nasceu. O mundo agora cabe num quarto, chora, mama e faz algumas outras coisas que você nunca poderia imaginar. Bem, imaginar você até poderia, mas não contava que desse tanto trabalho e precisasse de tantos cuidados, muitas vezes, minuciosos e urgentes.

Nada muito complicado e nesse caso, prática e habilidade serão seus grandes aliados. Mas não se acanhe em pedir auxilio, se você for o que chamam por ai de marinheira de primeira viagem. Há sempre uma vovó ou uma titia de plantão ansiosa por ajudar, talvez seja até a garantia de algumas horas de sono nos primeiros três meses. Lembre-se sempre: logo que o bebê nasce, a presença materna deve ser constante, mas a mamãe precisa descansar também.

1. Depois do nascimento e pelo menos nos seis primeiros meses, evite ambientes fechados ¿  passeios a shoppings ou a lugares que circulam muitas pessoas devem ser evitados, já que um lugar sempre com muita gente, existe também a possibilidade de um ar contaminado por viroses ou bacterias, que podem fazer a festa numa pessoa com quadro imunológico baixo. O bebê está se adaptando ao mundo.

2. Ao amamentar, procure um local adequado. Vá atrás de sossego para você e para o seu bebê. Mesmo porque este é um momento tão intenso que deve ser reservado para vocês dois. Amamentar é um ato de amor e paciência. E lembre-se: o aleitamento materno evita infecções e alergias.

3. Depois de amamentar, é necessário fazê-lo arrotar. O que acontece é que ao se alimentar, o bebê além do leite, engole ar, isso dá a ele uma falsa sensação de saciedade ou pode causar desconforto estomacal, como cólicas ou gases. Apoie o bebê nos ombros e por aproximadamente cinco minutos faça massagens nas costas ou dê tapinhas leves.

4. A hora do banho também requer vários cuidados. Um momento especial que precisa de carinho e delicadeza, já que o contato com a água pode causar insegurança ao bebê. Prepare o local do banho e já separe sabão neutro, toalha macia e roupinhas limpas. A banheira deve ser limpa e a temperatura da água deve ser agradável ao toque (34º é o recomendado). Antes de colocar o bebê, teste a temperatura com o cotovelo ou o pulso. Lave o rosto do bebê sem sabonete. Em seguida, coloque-o com cuidado na água. O braço esquerdo deve servir de apoio para a cabecinha, e deixe a mão livre para segurar o bracinho. A mão direita deve ensaboar o bebê. Ao retirá-lo da água, envolva-o em uma toalha macia e cuide para que ele não tome corrente de ar. Seque bem e se atenha às dobrinhas e ao umbigo.

5. Ao trocar as fraldas do bebê, alguns cuidados são imprescindíveis: lave bem as mãos toda vez que for manipular o bebê. Cuide para que o local onde será feita a troca esteja limpo. Use algodão molhado em água morna para remover as fezes e a urina. Se for uma menina, os movimentos de limpeza devem ser feitos de frente para trás (desta forma, evita trazer resíduos de fezes para a uretra e vagina). Se necessário e para prevenir assaduras  use um creme protetor apropriado, para isso consulte um pediatra, que vai indicar o mais apropriado.

6. Evite trocar a fralda do bebê durante a noite. Se tiver de fazê-lo, por alguma eventualidade, use o mínimo de luz possível e não brinque com o bebê. Do contrário, isso poderá despertá-lo.

7. Vestir o bebê é uma tarefa simples, se você escolher roupas de simples colocação e que te permitam trocar as fraldas sem necessidade de despí-lo completamente.

8. Caso o nariz do bebê esteja entupido, utilize o soro fisiológico, em temperatura ambiente, e sem conservantes. Pingue o conteúdo de um conta-gotas em cada narina. Procure ter sempre o produto em casa, pois os descongestionantes comuns são perigosos para o bebê.

9. Nunca deixe o bebê dormir na sua cama. Além de estar suscetível a acidentes, você não conseguirá ter um sono relaxante e tranqüilo. Acostume-o desde cedo a dormir no berço, para sua comodidade, coloque-o próximo a sua cama, pelo menos nos primeiros meses, período em que o bebê ainda está se adaptando.

10. Alimente o bebê antes de você dormir e tente manter o bebê acordado por um periodo mais longo antes da última alimentação do dia. Procure educá-lo desde o começo, coloque no berço na mesma hora toda noite; esta prática vai ajudar o bebê a desenvolver um bom hábito para dormir. E lembre-se: a educação do seu filho começa com rotinas simples.

11. Não acorde o bebê a noite para mamar. Se ele estiver dormindo, deixe-o quieto. Estudiosos sustentam que o sono é uma fonte maravilhosa de energia. E dormir é tudo o que seu bebê precisa!

12. Antes de segurar o bebê, lave bem suas mãos e seu rosto. Lembre-se que o ser humano é fonte viva de bactérias e em contato com o bebê pode causar danos à saúde dele.

13. Os babadores devem ser itens obrigatórios do enxoval. Ele evitará que você precise trocar as roupas toda vez que ele regurgitar.

14. Na hora de trocar a roupa do bebê, aproveite para fazer um exercício de socialização. Brinque com ele, faça massagens nas costas e na barriga. Não faça como obrigação, curta o momento.

15. A dica mais importante: mostre ao bebê, desde o primeiro momento de vida, que você o ama e que ele foi muito desejado. Dê muito amor, converse com ele, mostre o mundo ao redor. Mostre como ele é muito importante e como os momentos de vocês dois são magicos e ternos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.