Comprar produtos pela internet já passou da fase de tendência para entrar na real rotina das pessoas: CDs, livros, eletrodomésticos. Mas e as compras de supermercado? Dá para adquirir frutas e verduras on-line?

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491666804&_c_=MiGComponente_C

A jornalista Tatiana Gerasimenko de Araujo não só acredita que sim, como recomenda. E o argumento é bem simples e convincente para quem vive na correria pós-moderna. É prático!

Eles entregam tudo empacotado, já certinho e mandam para casa. A Dona Lúcia (pessoa que trabalha na casa de Tatiana) arruma tudo. Quando chego e abro a geladeira, está tudo lá organizado, Tatiana conta como tudo parece acontecer em um simples passo de mágica.

No supermercado em que a jornalista faz as compras, a lista fica salva no sistema. Quando você quiser comprar novamente, ela já está lá. Chega tudo separadinho: os congelados vêm em sacolas plásticas para não molhar o resto, tudo organizado. Nunca mais fomos ao mercado.

Segundo o diretor de operações do Grupo Pão de Açúcar (pioneiro em vendas pelas internet), João Edson Gravata, na empresa as compras on-line são de fato uma tendência de mercado e têm crescido cerca de 25% ao ano desde 2004.

O publicitário Alexandre Weerth começou a usar o mecanismo após quebrar o pé e ficar um bom tempo impossibilitado de sair de casa. Depois disso viciei. Compro de tudo: produtos de limpeza, frango, pães, frutas, verduras...

Para quem ainda tem receio quanto aos itens frescos, Alexandre garante que não tem erro. O engraçado é que as frutas e verduras selecionadas por eles são sempre de melhor qualidade do que se eu tivesse comprado sozinho.

Mas nem tudo são flores na hora das compras on-line. A lista pedida muitas vezes vem incompleta. Volta e meia, algum produto que comprei na internet não tem na unidade que faz as entregas e acabo ficando sem. Pelo menos eles não cobram a mais por isso, lembra o empresário Wallace Guilhermino, também adepto das compras via web.

A maior vantagem é sem dúvida a comodidade de receber tudo no conforto do lar, além de não cair em tentação com tantas ofertas nas prateleiras. Quando eu vou ao mercado sempre acabo comprando algumas - várias, na verdade - coisas que eu não preciso, só pela exposição. Pela web clico no que preciso e ponto, confessa Alexandre Weerth.

Quanto às desvantagens, João Edson Gravata, diretor de operações do Grupo Pão de Açúcar, diz que está muito mais ligada a cultura de compras do cliente brasileiro do que a um problema que realmente aconteça. O brasileiro gosta de pegar o produto na mão. A nossa maneira de quebrar esse preconceito é selecionando sempre os melhores produtos, melhores até do que se ele mesmo fosse até a loja.

O segredo para usufruir dessa comodidade é ficar atento quanto à confiança do lugar, e principalmente não esquecer de verificar a segurança nas transações de compras. Fazemos o possível para o cliente confiar na qualidade dos produtos e na segurança nas ferramentas de compras via internet, finaliza João Edson.

No site da e-Bit , consultor de compras on-line, estão ranqueadas as melhores opções para as suas compras.

Supermercados on-line

Pão de Açúcar
Compre Bem
Sonda

São Paulo e Rio de Janeiro
Net Feira

Rio de Janeiro e Niterói
Zona Sul
Império da Bahia

Santa Catarina
Big

Curitiba
Mercadorama



Leia mais sobre: compras on-line

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.