Casas separadas, Estados diferentes ou até separados que vivem com o ex: conheça história de gente que deu um jeito de ser feliz

O número de casamentos no Brasil pode estar aumentando de forma clara, preto no branco, números do IBGE sobre papel. Mas a mudança não parece ser apenas estatística. De maneira bem menos oficial e explícita, as configurações desses casamentos também parecem crescer em variação. Os comerciais de margarina continuam os mesmos, mas, hoje, um jantar em família pode ter muitas caras além de pai na cabeceira da mesa, mãe no fogão e um casal de crianças que se recusa a comer verduras. Com mais espaço e alternativas sociais para as mulheres, regras menos rígidas para o que “fica bem” e questões práticas e financeiras sendo encaradas com honestidade, alguns casais têm encontrado novos arranjos para a felicidade conjugal.

Um casal feliz nem sempre mora na mesma casa. Aliás, nem no mesmo Estado. Há ainda os que morem juntinhos, mas já não sejam um casal há muito tempo. Delas conversou com três pessoas que deram soluções diferentes para os problemas matrimoniais de sempre. E dizem não ter do que reclamar. Conheça as histórias:

Separados sob o mesmo teto

Casados em casas separadas

Um casal, dois CEPs

Cláudia e Paulo sempre viveram separados, mas são casados há 18 anos
Celso Pupo/Fotoarena
Cláudia e Paulo sempre viveram separados, mas são casados há 18 anos

Leia também:
As sete mudanças do namoro para o casamento
"O amor está mudando"
O segundo casamento tem mais chances de dar certo?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.