Estudo britânico concluiu que as mulheres acham ainda mais dificuldade em colocar um ponto final em uma amizade

Amizades se arrastam porque falta coragem para terminar a relação
Getty Images
Amizades se arrastam porque falta coragem para terminar a relação
Um estudo recente da Universidade de Manchester concluiu que é mais fácil terminar um relacionamento romântico do que uma amizade. Segundo os pesquisadores, terminar uma amizade gera muito mais culpa. Por isso, mesmo que a convivência com o amigo ou amiga tenha deixado de ser interessante, as pessoas preferem "arrastar" a relação ou passam a evitar o amigo até afastá-lo, em vez de ter uma conversa franca.

"Existe um sentido de 'dever' (com o amigo) do qual é difícil sair", disse ao jornal britânico "Telegraph" a professora Carol Smart, que esteve à frente da pesquisa. "A ética da amizade é muito forte, o que torna muito difícil terminar a relação, mesmo que ela tenha deixado de ser prazerosa, pois nos sentimos terrivelmente culpados por isso".

Quem é dispensado de uma amizade sofre com o sentimento de traição e vê aumentar os problemas com autoconfiança, ainda de acordo com as conclusões da pesquisa. O estudo envolveu mais de 200 pessoas, que registraram suas impressões, detalhando os altos e baixos de amizades mantidas por elas, além de incluir casos ilustrativos de seus problemas com amigos.

Sinais de que uma amizade desandou:
- A pessoa não liga mais em datas importantes, como aniversários, Natal, Ano-Novo, nascimento de filho
- Ela responde a recados ou emais de forma bem breve - quando responde
- Não pergunta mais particularidades da sua vida pessoal
- Quando você a encontra casualmente, ela dá um jeito de ir embora rápido do local
- Ela não compartilha mais detalhes pessoais, você é a última a saber que ela vai morar fora do Brasil, por exemplo
- Quando você quer combinar de sair, ela fala: "vamos combinar"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.