Roubo de cães tem se tornado comum na Tailândia; animais são levados clandestinamente a países vizinhos

selo

BBC Brasil
O tailandês Sompong Lertjitcharoenboon havia perdido o cão Tao Tao durante uma show de fogos
Um tailandês que havia perdido seu cão no ano passado recuperou o animal depois de vê-lo na televisão em uma reportagem sobre bichos de estimação que são levados para o Vietnã para virarem comida.

O tailandês Sompong Lertjitcharoenboon havia perdido o cão Tao Tao durante uma show de fogos de artifícios, que assustou o animal.

Ele já havia quase desistido, quando viu uma reportagem na televisão sobre a apreensão de um caminhão que transportava 800 cachorros na fronteira entre a Tailândia e o Laos. Uma das imagens mostrou Tao Tao em uma pequena gaiola.

Comida

O roubo de cães tem se tornado comum na Tailândia. Os animais são levados clandestinamente a países vizinhos, onde a carne canina é parte da culinária. China e Vietnã são os principais destinos.

Com a proximidade do Ano Novo chinês, no final de janeiro, a demanda por carne canina aumentou bastante, já que a iguaria é bastante popular em banquetes festivos.

O governo da Tailândia montou um abrigo na cidade de Buriram para receber os animais que são apreendidos. Em apenas seis meses, 2 mil cães já estão no local. Até agora, Tao Tao foi o único que voltou ao seu dono original.

As autoridades estimam que 25% dos cães no abrigo são roubados. Os demais seriam animais de rua que foram recolhidos pelos contrabandistas.

A Tailândia tem dificuldade de enfrentar esse tipo de negócio. Roubar bichos de estimação e transportá-los para outro país são crimes segundo a lei, mas recolher cães da rua e praticar crueldade contra animais não são considerados infrações.

Um cachorro pode ser vendido por até US$ 32 (cerca de R$ 60) na China e no Vietnã. Cães com pelo mais escuro são mais visados pelos ladrões, pois se acredita que sua carne seja superior.



Continue lendo:
- 10 dicas para fotografar seu pet

- Qual a melhor propaganda com cachorros?
- Os riscos de dar remédios aos pets

>>> Assine a Newsletter , curta nossa página no Facebook e siga o @Delas no Twitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.