Tamires, estudante de direito paulistana, conta como foi a vez em que exagerou na bebida e vomitou na própria bolsa

Thinkstock
"Na tentativa de acompanhar os homens (com a bebida), acabei me dando mal"
“Tudo aconteceu em um ‘happy hour’ do escritório. Nesse dia não tinha ido muita gente, mas, para o que seria a minha tristeza, os sócios foram. Eles são jovens e 'prá frente', mas são meus chefes."

>>>CURTA A PÁGINA DO DELAS NO FACEBOOK E SIGA O @DELAS NO TWITTER <<<

Nunca fui muito forte para bebida e, na tentativa de acompanhar os homens, acabei me dando mal. A cada chope eu ficava mais palhaça - soube depois que fiz, inclusive, imitações de personagens famosos: Alcione, Joelma e Ana Carolina fizeram parte do repertório.

De repente tudo começou a rodar... Quando vi minha bolsa vermelhinha ali ao meu lado, não tive dúvidas: iria vomitar ali mesmo.

Restavam apenas três pessoas do nosso grupo no bar. Um dos sócios, meu chefe direto, era uma delas. Não esqueço dele perguntando para minha amiga: "ela está vomitando na bolsa?", espantado. Lembro também de suas mãos, com um guardanapo, limpando minha bolsa.

Depois dessa tragédia, fui para casa de táxi - não sei como consegui explicar o caminho!

No dia seguinte, acordei querendo me jogar na frente de um caminhão, com a maior ressaca moral da minha vida.

Pensei mil vezes em não ir trabalhar, mas resolvi enfrentar a barra.

Logo que cheguei, meu chefe pediu que eu fosse à sala dele. Já estava preparada para ser demitida, mas, para minha surpresa, ele me chamou para falar que era pra eu ficar tranquila, que isso era normal (vomitar na bolsa?) e que ele havia exigido que as outras duas pessoas que presenciaram a cena mantivessem absoluto segredo!

Assine a Newsletter do Delas

Depois ele deu risada e me mostrou a gravação que havia feito das minhas imitações. Depois desse dia, prometi para mim mesma que nunca mais bebo tanto ou faço imitações: elas são péssimas!”.

Mais histórias:
- "Me senti mal por algo que não fiz!"
- "Traí minha namorada com a ex"
- Ressaca moral: a dura realidade do dia seguinte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.