Amor e trabalho: veja como será o ano para os sagitarianos com as previsões da astróloga Monica Horta

Previsão para Sagitário: tudo indica que os problemas não serão muito grandes ou vão passar sem deixar grandes marcas
Arte iG
Previsão para Sagitário: tudo indica que os problemas não serão muito grandes ou vão passar sem deixar grandes marcas

2015 vai ser um ano marcante na vida de todos os sagitarianos. Se calhar, inesquecível.

Logo de início, a chegada de Saturno a esse signo. Em princípio uma configuração difícil porque, sob a influência desse planeta, a vida obriga a lidar com limites, coisa que os filhos de Júpiter não gostam e não sabem fazer. Pelo menos, até agora.

Os obstáculos aparecerão e terão que ser superados, mas é importante lembrar que Saturno começará o ano não só no signo de Júpiter, como numa relação de harmonia com o generoso pai de todos os deuses, que está em Leão. E também em harmonia com Urano, um planeta muito criativo que vai flexibilizar bastante a espinha dura do senhor da razão.

Com essa chuva de influências benéficas sobre o planeta que carrega o título de ser “o grande maléfico”, tudo indica que os problemas não serão muito grandes ou, ao menos, que eles vão passar sem deixar grande marca.

A única marca que é inevitável depois de um trânsito de Saturno é uma aceleração no processo de amadurecimento. Assim como aconteceu com o pessoal de Escorpião nos últimos dois anos, o otimismo dos sagitarianos será abalado pela consciência de que somos seres separados uns dos outros, mesmo que seja por uma pele muito fina. Isso pode acontecer em qualquer época da vida, mas sempre traz um atestado de independência, resultado de uma profunda discussão existencial.

Amor

A primeira coisa que Saturno faz quando entra em um signo é estimular que todos os que nasceram nessa época passem a se levar muito mais a sério. Isso pode ser tanto bom como ruim para os relacionamentos.

Quem se leva muito a sério tem medo de tomar atitudes e, principalmente, tem medo de ser rejeitado. É verdade que Júpiter e Urano nos outros dois signos de fogo vão neutralizar boa parte desta influência, por um lado ampliando a autoestima e por outro multiplicando a coragem e a capacidade criativa. Com Urano e Marte na casa dos romances, eles surgirão na hora em que menos se espera. E Júpiter, o regente de Sagitário, vai dar a maior força para que seus filhos embarquem nessa viagem amorosa.

O complicado é que Mercúrio, o planeta que rege a casa das parcerias estáveis, estará em Peixes, muito perto de Netuno, criando uma confusão danada no mundo afetivo de quem nasceu no tempo de Sagitário.

Como os dois estarão em harmonia com a Vênus de Touro, o amor pode ter a qualidade de um encantamento que não pode ser explicado nem pela lógica de Mercúrio nem pela razão profunda de Saturno.

Não dá para duvidar das muitas possibilidades amorosas que estão aparecendo no horizonte, mas o resultado desses impulsos contraditórios dependerá das escolhas que forem feitas: ou se entrega o leme para Netuno e se expõe a um mar de emoções desconhecidas ou se fica solidamente ancorado nas experiências já vividas esperando um tempo mais seguro para se aventurar.

Trabalho

Se o mundo dos sentimentos dos sagitarianos será agitado e confuso, o mundo do trabalho será muito mais tranquilo. É claro que as dificuldades de comunicação que interferem nas relações afetivas também interferem nas questões profissionais. Mercúrio em Peixes mexe com os sentimentos. Ele é o regente da casa do lugar que se ocupa no mundo no mapa dos sagitarianos.

A configuração mais importante para a área de trabalho é a harmonia entre Vênus em Touro e Plutão em Capricórnio, que construirá bases muito sólidas para um crescimento profissional. Por causa da influência de Saturno, um crescimento sustentável.

Até mesmo um ritmo mais lento do que o deus do tempo impõe pode ser bem aproveitado. Vai dar para perceber com clareza que os atrasos, às vezes, são providenciais e aceitar sem revolta a ideia de que a vida tem o seu próprio ritmo e que é preciso não só respeitá-lo como se adaptar a ele.           

No dia do início do ano novo astrológico, que será em 20 de março, Vênus estará na casa da rotina de todo dia ativando o poder regenerador de Plutão, que está na casa onde avaliamos quais são os recursos com que contamos para enfrentar os desafios materiais.

Desde 2008, quando Plutão entrou em Capricórnio, os sagitarianos passaram a perceber o quanto da sua trajetória pessoal é influenciada por acontecimentos que estão completamente fora da sua possibilidade de atuação.

A ideia de destino pode ter ficado mais forte do que a noção de competência. É bem possível que tenham passado por perdas profundas que abalaram a confiança na própria capacidade de ganhar a vida ou de subir na hierarquia social. Se isso não aconteceu de maneira concreta, com certeza existiu como uma sombra, criando muita insegurança.

Em qualquer dos casos, o poder da Vênus de Touro funcionará como um gatilho que ativa a capacidade de Plutão de devolver o que foi perdido.  

Se alguma coisa acaba, outra pode começar no lugar. Se em algum momento a gente perde, em outros se pode ganhar.

Só o que não dá para fazer é tentar parar a roda da fortuna.

>>>Veja as previsões da astrologia para 2015

VEJA MAIS PREVISÕES:

Tarô dos famosos 2015 tem Xuxa e Sabrina casando e Faro e Gugu fora da Record
Horóscopo Chinês para 2015: ano do Carneiro
Previsões da numerologia para 2015

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.