Cada vez mais americanos parecem estar recorrendo aos liftings faciais, aplicações de Botox, plásticas de nariz e lipoaspirações

Um novo relatório da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica mostra que o número de procedimentos cosméticos entre os homens nos Estados Unidos aumentou 2% no ano passado em comparação a 2009. O relatório mostra que os homens passaram por mais de 1,1 milhões de procedimentos cosméticos, incluindo cirurgias e métodos minimamente invasivos, naquele país.

“Os homens estão mais atentos à aparência”, disse o Dr. Phillip Haeck, presidente da sociedade americana. Entretanto, as razões que levam mais homens a recorrer às clínicas cosméticas podem variar. “Tudo depende da categoria”, disse o especialista.

O número de cirurgias de redução de mamas, por exemplo, teve um aumento de 6%. “Isso acontece porque eles estão mais atentos à aparência. Eu chamo este tipo de cirurgia de segredinho sujo dos homens”, brincou o cirurgião.

“Eles se sentem envergonhado com essa condição. Eles não querem que ninguém fique sabendo que passaram pela cirurgia, mas ficam super empolgados com o resultado. Eles podem freqüentar a piscina sem a vergonha de já ter tido mamas para um sutiã tamanho 44”, disse ele.

Segundo Haeck, a maioria dos homens que passa pela redução de mamas tem menos de 30 anos de idade. “A cirurgia é cara para essa faixa etária. Mas, eles estão cansados de passar vergonha”, ele diz.
“Essa geração representa a vanguarda dos baby-boomers. Eles são super em forma e estão sempre atentos para manter o corpo em dia. Estes homens prestam muita atenção na aparência, essa estória de envelhecer com dignidade não é pra eles”, disse ele.

Aparentemente, a pressão para parecer mais jovem também afeta outros tipos de homens – principalmente aqueles que estão à procura de emprego. Haeck disse que já escutou o seguinte pedido: “Você tem de fazer algo para me ajudar, eu preciso de um emprego e tenho medo de acabar não conseguindo porque vão achar que pareço velho demais”. O especialista diz que este é um tema recorrente para os homens desempregados ou interessados em mudar de emprego.

Ele diz que já observou que as mulheres que recorreram à cirurgia cosmética geralmente estimulam os maridos a fazerem o mesmo. Segundo dados da sociedade americana, em 2010, as cirurgias de lifting facial tiveram um aumento de 14%, as plásticas de orelhas de 11%, as injeções de Botox de 9%, as lipoaspirações de 7%, as reduções de mamas de 6% e as cirurgias de olhos e dermoabrasões de 4%, em comparação aos mesmos dados de 2009.

Entretanto, alguns procedimentos foram realizados com menor frequência, apesar de se manterem entre os mais procurados pelos homens. Segundo dados do relatório, o número de plásticas de nariz caiu 4%, os peelings químicos 3% e as microdermoabrasões 10%.

O Dr. Seth R. Thaller, chefe de cirurgias plásticas e reconstrutivas da University of Miami Miller School of Medicine concordou que mais homens estão recorrendo aos procedimentos cosméticos para combater os efeitos da idade. “Eles não querem um rosto de 25 ou 30 anos, eles só querem parecer mais jovens”, disse ele.

Thaller também afirmou que mais homens estão recorrendo à redução de mamas por se sentirem envergonhados com a condição. E ele diz que não são somente os adultos que fazem esta opção, mas também os adolescentes.

Os planos de saúde geralmente cobrem os procedimentos cosméticos e, na opinião de Thaller, eles não são caros. “E será que qualidade de vida e bem estar têm preço?”, ele questiona.

Segundo Haeck, um lifting facial nos Estados Unidos custa a partir de US$10.000 e os honorários médicos para a redução de mamas e a lipoaspiração saem, em média, por US$3.013 e US$2.884, respectivamente. Ele ressalta que os custos de internação e honorários médicos variam de país para país.

Sem dúvida os procedimentos menos invasivos custam menos. Ele diz que uma aplicação de Botox, por exemplo, sai em torno de US$375, enquanto que a microdermoabrasão custa menos de US$200 nos Estados Unidos.

Mesmo que os homens acabem voltando ao consultório para um procedimento adicional depois do primeiro, Haeck diz que as mulheres ainda são maioria no campo da cirurgia cosmética. Segundo o especialista, elas representam 92% dos procedimentos realizados em seu consultório.

Segundo dados do relatório, os procedimentos cirúrgicos mais procurados pelos homens são a plástica de nariz, a cirurgia de pálpebras, a lipoaspiração, a redução de mamas e o transplante capilar.

A aplicação de Botox ocupa o primeiro lugar na lista dos procedimentos menos invasivos, seguida de depilação a laser, microdermoabrasão, peeling químico e preenchimento de vincos faciais.

(Tradução: Claudia Batista Arantes)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.