Para autora do best seller “Castelo de Vidro”, o maior desafio da mulher é “ser a melhor pessoa que ela pode ser”

Jeannette Walls:
Reprodução
Jeannette Walls: "mesmo a pior experiência guarda um valioso presente embrulhado dentro dela"
Aos 3 anos de idade, Jeannette Walls sofreu graves queimaduras ao tentar preparar um cachorro quente para si mesma, já que sua mãe quase nunca se preocupava com o almoço dos filhos. Pouco mais tarde, já na escola, perdeu as contas de quantas vezes recorreu ao lanche dos colegas de classe para matar a fome – sem, é claro, que os colegas soubessem. A infância pobre ao lado de pais boêmios e relapsos tinha tudo para virar uma novela triste, mas Jeannette transformou a experiência num best seller que supera o melodrama.

O resultado foi o romance autobiográfico “Castelo de Vidro”, que ficou 100 semanas na lista dos mais vendidos do New York Times e foi best seller também no Brasil. Hoje, uma respeitada colunista de celebridades do site da MSNBC, Jeannette dividiu com o Delas seus planos para o próximo ano.

iG Delas Quais são os grandes desafios das mulheres na próxima década?
Jeannette Walls
Ser a melhor pessoa que ela puder ser – e, se elas tiverem sorte, ajudar as pessoas que estão próximas. Isto é tudo que alguém pode querer.

2009 foi um ano de crise econômica em todo o mundo. Qual seu conselho para que as pessoas superem as adversidades?
Jeannette Walls
Acredito que mesmo a pior experiência guarda um valioso presente embrulhado dentro dela  – se estivermos dispostos a receber o presente. Uma crise é um convite para a ação, um sinal de que algo está errado e deve ser consertado. Não se pode fugir dos problemas – eles sempre acabam nos alcançando. Temos de saber que somos mais fortes do que eles, olhá-los nos olhos e dizer: “muito bem, problema, vou resolvê-lo”. Eu acredito que somos todos mais fortes do que supomos e todos estamos à altura dos desafios.

Quais são suas expectativas para 2010?
Jeannette Walls
Estou muito otimista para o ano que vem. Não é que ele não terá problemas, mas me parece que – pelo menos nos Estados Unidos – nós estamos reconhecendo nossos problemas e nos dirigindo a eles de uma forma positiva. Estou muito empolgada com a direção em que estamos indo.

E quais são seus projetos para o ano que vem?
Jeannette Walls
Vou começar um novo livro. Ah, por capricho, também comecei aulas de piano, . Não tenho lá muito talento, mas sou tenaz e determinada. Acredito que, às vezes, trabalhar duro e agir com autoconfiança são coisas mais valiosas do que talento puro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.