Cabeleireira faz sucesso na Rocinha com aniversários para adolescentes mesmo antes da iminente ocupação da polícia

Momento beleza durante comemoração entre amigas
Fabrizia Granatieri
Momento beleza durante comemoração entre amigas
Comemorar aniversário de adolescentes em salões de beleza já não é mais novidade. Mas reunir as amigas para uma tarde de cuidados com os cabelos e serviços de manicure na Rocinha , uma das maiores favelas do Rio de Janeiro, é. E a iniciativa partiu da cabeleireira Ana Claudia Duarte, mais conhecida como Dinha, que montou seu negócio em frente à jaqueira da rua 1 na comunidade da zona sul do Rio. “A ideia surgiu por acaso quando resolvi reservar o salão para fazer o aniversário da minha filha. Todas as meninas amaram e, atualmente, toda semana tem uma festinha por aqui!”, comenta a empresária.

Com a iminente chegada do BOPE e, futuramente, de uma Unidade de Polícia Pacificadora, Dinha espera aumentar a reserva de datas para festas e o movimento de fregueses em seu estabelecimento. “Acho que vai dar mais segurança para todos, principalmente, para os pais que poderão deixar suas filhas e voltar para buscar sem medo de um ambiente com risco de violência”, avalia.

CURTA A PÁGINA DO DELAS NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Momento beleza durante comemoração entre amigas
Fabrizia Granatieri
Momento beleza durante comemoração entre amigas
O ambiente é simples, decorado com tons de rosa e lilás, mas oferece os tradicionais serviços de beleza que tanto encantam as adolescentes: corte , escova, chapinha e muito esmalte nas cores da moda . “O mais legal é poder cuidar da beleza. Entramos defeituosas e saímos lindas”, brincou Ana Clara Damasceno Dias, que preferiu se reunir com suas duas melhores amigas para celebrar a data.

Leia também: Melhore a vida escolar do seu filho

Segundo Dinha, os pacotes de aniversário são para no mínimo 3 e, no máximo, 15 adolescentes. “Os pais deixam e depois buscam as meninas. E ainda podem escolher entre trazer o bolo ou deixar por minha conta”, explica a proprietária que cobra 40 reais por pessoa com direito a salgados, bolo, brigadeiro e refrigerante. “Nada de bebida alcoólica e nem cigarros”, acrescenta Dinha.

Momento beleza durante comemoração entre amigas
Fabrizia Granatieri
Momento beleza durante comemoração entre amigas
Para Thalita Taylor, de 12 anos, as festas são ótimas oportunidades para dar vazão à vaidade típica dessa fase da vida. “Acho bom quando as mães entendem as vaidades das filhas. A gente gosta de chamar atenção e depois de uma festa num salão saímos preparadíssimas”.

Segundo Ariane Fernandes da Silva, de 11 anos, ainda falta coragem para fazer algumas coisas como tirar a sobrancelha. Mas ela garante que não há melhor forma de se comemorar aniversário. “Já pedi para minha mãe reservar o salão da Dinha para o início de fevereiro. Vai ser a minha melhor festa”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.