Conheça Luciana Becker, frequentadora da praia do Campeche, em Santa Catarina

Luciana Becker, 29, chama a atenção dos frequentadores da praia do Campeche
Ron Lima/Fotoarena
Luciana Becker, 29, chama a atenção dos frequentadores da praia do Campeche
Quem vê o sorriso e o olhar brilhante da gaúcha Luciana Becker de Oliveira, 29 anos, totalmente ambientada à praia do Campeche, no Sul da Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, nem imagina que ela trabalha oito horas por dia numa empresa de tecnologia e à noite ainda cursa Secretariado Bilíngue/ Português-Inglês na Universidade Federal de Santa Catarina.

Conheça as outras musas:
- A engraçadinha do Guarujá
- Jeu Ribeiro ama sua barriga
- A garota do Leblon

Acrescente-se a essa rotina os cuidados com o filho Augusto, de 10 anos. Que cansaço que nada! Nos primeiros cinco minutos de conversa com a bela já se percebe o bom humor. Na praia onde mora há quatro anos há um local badaladíssimo, o “Riozinho” (que venceu as praias de Búzios, no Rio, e Maresias, em São Paulo, numa votação pela internet para a realização dos shows de Ben Harper, Donavan Frankenreiter e Tom Curren neste verão). E é justamente nesse lugar agitado e frequentado por gente bonita e esportiva que ela encontra equilíbrio quando está a fim apenas de ler um livro ou curtir o filhote. “Com ou sem sol eu e ele estamos aqui todo final de semana. Até no inverno venho pelo menos para dar uma caminhada”, conta Luciana.




Ao ser indagada sobre os cuidados com a beleza, ela responde que evita frituras e doces e mantém uma alimentação à base de muita salada, frutas e grãos. Mas ressalta que morar num lugar que mescla agito e sossego, amigos praieiros, natureza conservada, vista para a Ilha do Campeche – ilhota do arquipélago catarinense –contribui muito para estar sempre de alto astral e de bem com a vida. “E isso reflete na beleza”, diz.

Para curtir a turma do frescobol, bronzear-se, ler ou observar Augusto desbravando o mar em sua prancha de surfe, Luciana não abre mão de protetor solar, óculos, boné e muita água. O biquíni? Pequeno, mas que favoreça suas formas. Ah, sim, colorido, muito colorido, “alto astral como eu”, complementa.

Como toda bela moradora de praia, Luciana (que é solteira), claro, já recebeu várias cantadas. Ela dispensa homens que a abordam muito diretamente “achando que toda mulher está dando mole”. Uma troca de olhares e uma conversa inteligente, porém, ganham muitos pontos com ela. Embora não tenham faltado candidatos interessantes, conta, a futura secretária bilíngue nunca namorou rapazes que conheceu na praia.

Uma gafe? Luciana é categórica: sujar a praia e não passar protetor. Para ela, as pessoas devem lembrar que ambas as atitudes influenciam na qualidade de vida e no modo de encará-la. “É a lei da ação e da reação, tudo volta para a gente”, conclui. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.