"10 Anos de 02 Neurônio - Do Anonimato ao Anonimato" reúne textos inéditos a reproduções dos primeiros fanzines

Capa do novo livro do trio
Reprodução
Capa do novo livro do trio
Nascido no final dos anos 90 como um fanzine produzido pelas amigas e jornalistas Nina Lemos, Jô Hallack e Raq Affonso, o 02 Neurônio comemora 10 anos com o lançamento de seu sexto livro. "10 Anos de 02 Neurônio - Do Anonimato ao Anonimato" (Editora Jaboticaba, 214 páginas, preço sugerido: R$ 52) junta textos inéditos aos conteúdos dos fanzines lançados pelo grupo entre 1997 e 1998.

O humor do título pontua todo o histórico do trio. Desde o lançamento do fanzine, elas assinaram coluna em jornal, blog, roteiros de TV e podcasts, sempre falando dos encontros e desencontros da mulher urbana de uma forma divertida. "Uma coisa que não tinha muito na época em que a gente começou, e que a gente fazia e que chocava um pouco, era falar de sexo de forma bem-humorada. Nisso acho que fomos pioneiras", relembra Raq Affonso.

De 10 anos para cá um bocado de coisas mudaram na vida das três. Perguntada se tinha ideia da contabilidade de separações, casamentos e filhos, Raq diz que perdeu a conta. "Separações? Muitas! Todas se casaram e se separaram. Eu me casei de novo. E só eu tive filho", contabiliza.

No entanto, ela acredita que o tipo de texto e o tipo de humor do grupo continua sendo o mesmo, embora com algumas mudanças no relacionamento do trio. "Toda relação muda, né? Mas continuamos amigas, compartilhando a mesma identidade e as mesmas referências", explica.

O lançamento de "10 Anos de 02 Neurônio - Do Anonimato ao Anonimato" aconteceu ontem no Rio de Janeiro e rola segunda-feira em São Paulo, na Livraria da Vila Jardins (Al. Lorena, 1731 - 11 3062-1063). Leia alguns trechos do livro abaixo:

Reprodução de página de um dos fanzines
Reprodução
Reprodução de página de um dos fanzines
"Ter Mais de 30 É Bom Porque...

1. Você não tem mais roomates.

2. Você sabe que sofrer por amor nãp é bacana nem glamouroso. Mas mesmo assim sofre.

3. Você pode pagar passagens de avião para o exterior (mesmo que seja em 12 vezes sem juros).

4. Você não precisa mais competir no trabalho e achar que precisa conquistar o mundo no mundo corporativo.

5. Você passa a odiar o mundo corporativo, apesar de não conseguir se livrar dele totalmente.

6. Você não tem que dar mais satisfação para ninguém. Mas fica ligando obsessivamente para os seus pais (e ainda fica preocupada se eles não atendem).

7. Você já sabe que, se aquele cara tem fama de gay, é porque ele é gay. E, por essa razão simples, não se apaixona por ele.

8. Você pode comprar tudo o que você quiser. E ficar com culpa depois. E com uma dívida que você vai ter que pagar. Claro, falamos que podemos comprar tudo o que podemos porque queremos comprar pouco. Na verdade, pouquíssimo.

9. Somos as mais velhas do trabalho. O que nos traz moral.

10. Você já sabe exatamente qual festa é roubada e qual não é.


Ter Mais de 30 é Ruim Porque...

1. Você não tem mais roomates.

2. Você tem que pintar o cabelo. E não é porque você quer mudar a cor.

3. As suas ressacas são piores.

4. Você se sente ridícula e não glamourosa quando sofre por amor.

5. Suas contas aumentam cada vez mais.

6. Você não consegue mais ir para o Nordeste de carona (e quem disse que a gente já foi alguma vez?).

7. Alguns idiotas mais velhos que a gente acham que a gente é velha.

8. Nós achamos que qualquer cara com menos de 30 é muito novo.

9. Somos as mais velhas do trabalho. O que te traz fama de tia chata.

10. Você tem preguiça de ir a festas mesmo quando sabe que ela é boa. Mas temos surtos e ficamos de madrugada no meio do bolo do mosh."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.