Camiseta, um presente do atual namorado, gerou 'danos morais', de acordo com a justiça

selo

Frase
BBC Brasil
Frase "meu ex-marido é um idiota" gerou multa de mil euros para Esperanza

Uma espanhola foi condenada a pagar uma indenização de mil euros e a cumprir oito dias de prisão domiciliar por ter colocado no Facebook fotos suas usando uma camiseta com os dizeres: "Mi exmarido es gilipollas" (Meu ex-marido é um idiota, em tradução livre).

>>>CURTA A PÁGINA DO DELAS NO FACEBOOK E SIGA O @DELAS NO TWITTER <<<

A madrilenha de 40 anos, identificada apenas como Esperanza, disse à imprensa espanhola que ganhou a camiseta de presente do atual namorado e que achou a brincadeira "divertida".

No entanto, o ex-marido, de quem ela havia se divorciado de maneira amistosa em 2005, viu as imagens de 2009 na internet e decidiu levar o caso à Justiça, alegando que as fotografias representavam "dano moral".

"Antes de me comunicarem a sentença, já sabia que havia sido condenada, porque meus dois filhos me alertaram de que seu pai estava dizendo pelo Messenger que tinha ganhado", disse Esperanza ao jornal Público.

'Violência muda'

A sentença era pior do que ela esperava. Inicialmente, o juiz classificou as fotografias de "violência muda" e decidiu que Esperanza deveria pagar uma indenização de dois mil euros ao ex-marido, além de uma multa de 240 euros.

Assine a Newsletter do Delas

A mulher alegou que só tinham acesso às imagens aqueles que são seus "amigos" no Facebook e que, assim que soube que as fotografias haviam incomodado seu ex-marido, elas as retirou da rede.

Após o apelo, a pena foi modificada para mil euros de indenização e oito dias de prisão domiciliar.

Segundo a mídia espanhola, o juiz afirmou que as fotos eram "reprováveis penalmente", independentemente de quantas pessoas as haviam visto.

Leia mais:
- Certos e errados para sobreviver ao primeiro mês de separação
- Separação tardia: o fim do casamento na maturidade
- Como sobreviver financeiramente ao divórcio?

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.