Ideias criativas são essenciais nos negócios, mas são constantemente recebidas com resistência e rejeitadas pelos líderes

Quando há insegurança, ideias criativas e inovadoras tendem a ser descartadas
Thinkstock/Getty Images
Quando há insegurança, ideias criativas e inovadoras tendem a ser descartadas
A explicação para isso pode estar em um novo estudo conduzido por psicólogos das Universidades da Pensilvânia e Cornell, nos Estados Unidos. A pesquisa descobriu uma relação entre a capacidade de identificar soluções criativas para problemas e os níveis de incerteza e ansiedade apresentados por quem precisa tomar essas decisões.

CURTA A PÁGINA DO DELAS NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

O estudo identificou que, antes de dar início aos testes, a grande maioria dos estudantes que fizeram parte da pesquisa associava a criatividade a conceitos positivos. No entanto, quando os participantes estavam incertos e ansiosos durante os experimentos, essa percepção tendia a mudar. "Se eu lhe perguntar agora se você é capaz de pensar em uma ideia criativa para solucionar um problema, você ficará em dúvida", exemplifica a professora Jennifer Mueller, da Universidade da Pensilvânia. Ou seja, na maior parte das vezes em que é preciso desenvolver soluções inovadoras, a pressão para entregar resultados gera incerteza e ansiedade em quem deve identificar essas ideias. E essa incerteza pode fazer com que os líderes rejeitem saídas criativas.

Em um dos experimentos, os autores criaram dois grupos de alunos: um deles recebeu a notícia de que após a pesquisa alguns estudantes iriam ganhar dinheiro extra por meio de um sorteio - criando incerteza entre os mesmos - e o outro, não. O grupo de incertos associou subconscientemente termos como "criatividade", "originalidade" e "inventividade" a palavras de conotação negativa, como "inferno", "veneno" ou "podre". O mesmo não aconteceu com o outro grupo, que continuou a associar a criatividade a termos positivos. A chave para evitar essas "armadilhas" subconscientes em empresas, segundo os autores, é prestar mais atenção nas razões pelas quais as ideias são rejeitadas, e não apenas no processo de inovação e desenvolvimento de novas soluções.

Leia também:
Quem é feliz vive mais, diz estudo
Use a internet para realizar seu sonho
Meta ou obsessão?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.