A idosa Angela Graham virou exemplo para pessoas de todas as idades depois que resolveu expor sua rotina de treinos intensos nas redes sociais

Angela Graham, de 68 anos, é fisiculturista e chama atenção por onde passa. Apelidada de “deusa” pelos homens que acompanham seus treinos diariamente, ela afirma que é uma idosa segura e confiante. Na internet, inclusive, sua história faz sucesso: no Facebook, Angela já tem mais de cinco mil seguidores e é um exemplo para pessoas de todas as idades.

Leia também: Com exercício para superar divórcio, mulher transforma corpo depois dos 50

A fisiculturista Angela Graham conta que o levantamento de peso melhorou a sua vida em todos os sentidos
Reprodução/Facebook
A fisiculturista Angela Graham conta que o levantamento de peso melhorou a sua vida em todos os sentidos

“Até a década de 70, eu nunca tinha ido a uma academia . As pessoas não frequentavam esse lugar”, conta a fisiculturista . Antes de ter essa rotina, ela trabalhava como modelo e conta que o esporte só apareceu em sua vida quando um ex-namorado resolveu apresentar a atividade mais de perto e a deixou viciada.

“Na época, também vi uma reportagem sobre a norte-americana Lisa Lyon, que já se dedicava ao fisiculturismo, e pensei que gostaria de parecer com ela. Disseram que eu estava sonhando, pois não teria a mesma disciplina, mas isso foi a motivação que eu realmente precisava”, afirma a idosa.

Leia também: "Idade é só um número", diz idosa de 72 anos casada com jovem de 19 anos

Os exercícios físicos, segundo ela, ajudam em todos os sentidos. Além de parecer mais jovem do que realmente é, Angela conta que seus exames seguem sem alterações por conta da rotina movimentada, o que não é muito comum acontecer com pessoas que estão na terceira idade. Tudo isso, é claro, impressiona positivamente as pessoas que a conhecem e a deixa muito orgulhosa. 

Homens ficam até com medo 


Angela é simpática e tem vários amigos. Os homens da academia, no entanto, já revelaram sentir receio da senhora fitness, pois sua segurança impressiona qualquer um. “Uma vez, eu perguntei se eles me convidariam para sair, se me vissem em uma boate. Eles disseram que não porque a minha confiança intimida”, diz ela.

Para Angela, o machismo também faz com que os homens fiquem perplexos e inseguros perto dela, mas ela não se importa com essa reação do sexo oposto. “Eu acho que eles têm algum tipo de problema de personalidade, mas eu sou sempre educada, porque trabalho com a minha saúde mental e sei que há muitas pessoas que vivem miseravelmente e não estão muito bem com isso”, defende. 

Leia também: Sexo na terceira idade é mais comum e importante do que você imagina

Enquanto segue treinando intensamente, a fisiculturista aproveita para criar intimidade com as redes sociais, onde posta vídeos levantando peso e indica o esporte para jovens e idosos, já que só tem coisas boas para falar sobre a prática. E você, toparia esse desafio?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.