"Sim, eu amo sensualizar, mas não sou assim o tempo todo. E 'tá' tudo bem!"

Ellora Haonne já era conhecida no Youtube por publicar vídeos falando sobre autoestima. Em sua conta, ela tem quase 400 mil inscritos, além de mais de 230 mil seguidores no Instagram. Na última segunda-feira (25), a youtuber e influenciadora digital brasileira divulgou um vídeo fazendo um "tour pelo corpo" e mostrando a diferença entre a realidade e o que aparece nas fotos que publica nas redes sociais. 

Leia também: Jornalista responde post de Danilo Gentili, e hashtag contra gordofobia viraliza

Youtuber brasileira Ellora Haonne faz vídeos sobre temas ligados à realidade feminina, bissexualidade e autoestima
Reprodução/Instagram
Youtuber brasileira Ellora Haonne faz vídeos sobre temas ligados à realidade feminina, bissexualidade e autoestima




A youtuber revela que suas "perfeições" nas fotos, na verdade, são construídas. Ela mostra como geralmente posa para as fotos e compara com o corpo que exibe normalmente. Além disso, conta que alguns dos truques para "modificar o próprio corpo" na hora de fazer um clique estão relacionados à postura e aos ângulos que as fotos são tiradas. 

Ellora compara seu
Reprodução/Youtube
Ellora compara seu "corpo real" com o jeito que ela se posiciona para tirar uma foto

Ao longo do vídeo, ela prova que também tem gordurinhas, celulite e espinhas e compara lado a lado as fotos posadas, editadas e publicadas com o corpo "ao natural" no momento em que está gravando. Além disso, Ellora tira a maquiagem para mostrar a sensibilidade da pele e as marcas de expressão que tem no rosto. 

Leia também: As 10 mulheres que mais nos fizeram repensar nossa visão sobre o corpo

Ellora também compara as fotos lado a lado com seu corpo, para mostrar como a edição modifica o corpo
Reprodução/Youtube
Ellora também compara as fotos lado a lado com seu corpo, para mostrar como a edição modifica o corpo

"Fiz um tour pelo meu corpo para mostrar porque não devemos nos comparar com fotos da internet. Mesmo sem nenhum tipo de edição ou alteração na imagem, meu corpo já fica muito diferente da realidade. Sim, eu amo sensualizar, mas não sou assim o tempo todo. E tá tudo bem", escreveu na descrição do vídeo.

No Instragram, ela menciona na legenda de uma foto sobre a importância de falar sobre o tema para ajudar outras mulheres a aceitarem o corpo. Além disso, Ellora faz um alerta sobre os transtornos alimentares. "Achar que alguém não vai ter transtornos alimentares por ter corpo padrão é como achar que alguém não pode ter depressão porque não tem motivo pra ficar triste. Ninguém escolhe ficar doente, e o mínimo que podemos fazer é sermos empáticos com a realidade dos outros, assim como esperamos que sejam empáticos com a gente."

acabei de postar um vídeo fazendo tour pelo meu corpo para acabar com a imagem que vocês têm das influenciadoras. eu amo sensualizar, fazer caras e bocas mas faço questão de mostrar que esse corpo aí da foto não parece nada com o que eu vejo aqui agora. é tudo pose. tudo. o link está na bio e nos stories. por favor, marquem uma amiga. é muito importante e precisamos falar sobre isso. ah! e achar que alguém não vai ter transtornos alimentares por ter corpo padrão é como achar que alguém não pode ter depressão porque não tem motivo pra ficar triste. ninguém escolhe ficar doente e o mínimo que podemos fazer é sermos empáticos com a realidade dos outros, assim como esperamos que sejam empáticos com a gente ✨

Uma publicação compartilhada por ELLORA HAONNE (@ellorahaonne) em

Leia também: 10 perfis no Instagram que comprovam que seu corpo não precisa seguir um padrão

Tour pelo corpo

Luiza Junqueira, do canal “Tá Querida", foi a primeira youtuber a fazer o que chama de "tour pelo corpo". Ellora seguiu o exemplo, e as repercussões de suas publicações no Youtube e no Instragram foram tão grandes e positivas que a maioria dos comentários são de agradecimento pela coragem de mostrar como é de verdade e, principalmente, de mostrar que está tudo bem em ser como é.

    Leia tudo sobre: instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.