Estudo asiático indica que exposição a imagens de mulheres sexy torna os homens menos conectados com os outros e menos propensos a atitudes solidárias

Beleza vende tudo? Nem sempre, apontou estudo feito por duas universidades asiáticas
Thinkstock/Getty Images
Beleza vende tudo? Nem sempre, apontou estudo feito por duas universidades asiáticas

O que uma mulher sexy tem a ver com caridade? Pois para os pesquisadores do comportamento humano de duas universidades asiáticas, as duas coisas estão intimamente ligadas quando o objetivo é vender.

Então, o que acontece quando imagens de mulheres sensuais são usadas para atrair a atenção dos homens para um produto? De acordo com o estudo publicado no periódico científico Journal of Consumer Research, ao serem expostos a esse tipo de conteúdo, os consumidores do sexo masculino se sentem menos conectados com outras pessoas e, pasmem, são menos propensos a comprar produtos anunciados como benéficos aos outros, ou a fazer contribuições de caridade.

“Imagens de mulheres sensuais são onipresentes na sociedade moderna e muito utilizadas na publicidade. Nosso foco principal é mostrar como a exposição a imagens de mulheres sensuais pode diminuir temporariamente senso de conexão psicológica com os outros, no consumidor do sexo masculino”, apontaram os autores Xiuping Li, da Universidade Nacional de Singapura, e Meng Zhang, da Universidade Chinesa de Hong Kong.

Em uma série de estudos envolvendo homens com idades entre 18 e 24 anos, os participantes foram expostos a fotos de mulheres sexy, a imagens de paisagens, ou não foram expostos a imagem alguma. Os homens que viram as fotos de mulheres sensuais focaram mais em como provavelmente se sentiam os corpos das mulheres (cansados, animados, sonolentos, ou entediados) e menos em seus papéis sociais e em que tipo de pessoas elas eram (inteligentes, agradáveis, solidárias, etc.)

Os participantes que viram as fotos de mulheres sensuais se viam como tendo menos coisas em comum com outras pessoas e também sentiram uma forte desconexão si e os outros, o que os tornou menos propensos a ver um produto favoravelmente quando ele era anunciado como tendo benefícios para outras pessoas. Esses homens também foram menos propensos a se comportar de forma caridosa.

Em um estudo, homens que viram as imagens de mulheres sexy foram menos dispostos a dar 10 dólares a outra pessoa (independentemente se essa pessoa era do sexo masculino ou feminino) e também foram menos propensos a apoiar uma causa de proteção da vida selvagem com a compra e o uso de uma camiseta que promovia a proteção de espécies ameaçadas de extinção.

"Implicações importantes podem ser tiradas a partir de nossos resultados. Por exemplo, instituições de caridade que vivem de doações e marcas que vendem produtos ecológicos podem querer repensar o uso de anúncios ricos em estímulos sexuais visuais nos meios de comunicação (como revistas masculinas populares ou talk shows que passam tarde da noite na TV), pois essas estratégias podem sair pela culatra", apontaram os autores.

Leia mais no Delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.