Comentários negativos ou positivos na timeline influenciam o humor de quem os lê da mesma forma que ocorre na vida real

Felicidade: assim como na vida real, emoções positivas se propagam na rede e mudam o humor
Thinkstock/Getty Images
Felicidade: assim como na vida real, emoções positivas se propagam na rede e mudam o humor

Se o seu dia foi péssimo, talvez seja hora de dar uma passadinha na sua timeline do Facebook em busca de um pouco de reforço positivo. De acordo com um novo estudo realizado por cientistas sociais das universidades de Cornell e de San Francisco (UCSF) e do próprio Facebook, as emoções têm o potencial de se espalhar entre os usuários de redes sociais on-line.

Os pesquisadores reduziram a quantidade de histórias positivas ou negativas que surgiram no feed de notícias de 689.003 usuários do Facebook selecionados aleatoriamente, e descobriram que o fenômeno conhecido como “contágio emocional” ocorreu nos dois sentidos.

“As pessoas que tiveram o conteúdo positivo propositalmente reduzido na timeline por uma semana usaram palavras mais negativas em suas atualizações de status”, relatou Jeff Hancock, professor de comunicação na Faculdade de Agricultura e Ciências da Vida da Universidade de Cornell e co-diretor do Laboratório de Mídias Sociais da mesma universidade.

“Quando o feed de notícias teve reduzidos os conteúdos negativos, ocorreu o padrão oposto: palavras significativamente mais positivas foram utilizadas nas atualizações de status dos usuários participantes do estudo.”

O experimento é o primeiro a sugerir que as emoções expressas por meio das redes sociais on-line influenciam o humor dos outros, relataram os pesquisadores no estudo, recém-publicado na edição on-line na revista PNAS Social Science.

Experimentos anteriores já demonstraram o contágio emocional em situações do mundo real – interagir com uma pessoa feliz é agradável e contagiante, assim como interagir com um ranzinza pode dar início a uma verdadeira epidemia de mau humor.

Leia mais: Grupo usa Facebook para melhorar o dia de desconhecidos

Mas esses “contágios” resultam de uma experiência de interação, e não de exposição a emoções, e os pesquisadores se perguntavam se a exposição on-line a um texto carregado de humor pode realmente mudar o humor de quem o lê. Eles também se perguntaram se a exposição à felicidade dos outros pode realmente ser deprimente, produzindo um efeito de comparação socia l.

O Facebook, com mais de 1,3 bilhão de usuários com as mais variadas disposições emotivas – e um recurso de feed de notícias que filtra regularmente mensagens, histórias e atividades mais curtidas e compartilhadas – revelou-se o lugar ideal para começar, disseram os pesquisadores.

Os cientistas não chegaram a ver o conteúdo real dos posts, por conta da política de uso de dados do Facebook. Em vez disso, contaram apenas a ocorrência de palavras positivas e negativas em mais de 3 milhões de posts, num total de 122 milhões de palavras. Eles relatam que 4 milhões dessas palavras foram “positivas” e 1,8 milhões foram “negativas”.

Hancock disse que as expressões emocionais das pessoas no Facebook foram capazes de predizer as expressões dos amigos dessas pessoas, até mesmo dias depois da postagem.

“Também observamos um efeito contrário: as pessoas que foram expostas a menos posts emocionais em seu feed de notícias foram menos expressivas nos dias seguintes”, escreveu Hancock.

“Esta observação, e o fato de que as pessoas eram mais emocionalmente positivas em resposta às postagens positivas de seus amigos, contrastam com as teorias que sugerem que visualizar mensagens positivas de amigos na rede social pode, de alguma forma, afetar negativamente”, acrescentou.

Hancock planeja direcionar suas futuras pesquisas em como as expressões de emoções positivas e negativas influenciam os níveis de engajamento em outras atividades on-line, tais como curtir e comentar posts. Ele disse que as conclusões do estudo podem ter implicações para a saúde pública.

"Mensagens on-line influenciam a nossa experiência emocional, que pode afetar uma variedade de comportamentos off-line."

++ MAIS: Conheça a seguir os comportamentos mais insuportáveis no Facebook:


Leia mais notícias no Delas

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.