Veja como ganhar mais tempo e qualidade de vida adotando alguns hábitos das pessoas superorganizadas

Parece senso comum dizer que 24h não são suficientes para dar conta de todas as atividades cotidianas, tais como trabalhar, arrumar a casa, ver os amigos ou simplesmente descansar fazendo nada. Para os superorganizados, porém, a história é diferente: além de cumprir todos os prazos e tarefas do dia a dia, eles sempre têm tempo para o lazer. Como eles conseguem? Na teoria, parece fácil, mas na prática nada disso se dá sem planejamento e autocontrole.

Você tem força de vontade? Faça o teste e descubra!

“Pessoas organizadas são extremamente detalhistas e têm hábitos repetitivos. Elas gostam de estudar e aprender coisas novas, mas evitam inovar, pois existe o receio da mudança, de perder o controle da situação”, afirma o coach Marcelo Homci.

Embora não seja uma regra, os organizados têm a tendência de lidar com as tarefas com mais objetividade, o que torna o trabalho muito mais produtivo. Tempo livre e qualidade de vida, portanto, acabam sendo uma consequência da organização.

Mesmo assim, é importante lembrar que o equilíbrio entre organização e bagunça é fundamental para evitar as armadilhas do vício. De acordo com José Carlos Carturan, neurologista e especialista em medicina comportamental, a obsessão pela perfeição pode virar um sofrimento para os superorganizados.

“Eles se tornam pouco flexíveis e toleráveis, e sofrem quando vivem ao lado de quem não é organizado”, explica Carturan.

Você é organizada? Faça o teste e descubra!

Alguns hábitos dos superorganizados, no entanto, podem ser facilmente incorporados na rotina de quem deseja ganhar mais tempo ao longo do dia. Ter uma agenda, por exemplo, já pode fazer diferença.

“O melhor caminho é sempre o autoconhecimento. Desse jeito, é possível encontrar a melhor forma de se organizar, que nem sempre é igual para todos”, diz o analista comportamental Getúlio Chaves.

Veja o que você pode aprender com os hábitos das pessoas supergoanizadas:

1. Cada coisa em seu lugar – como são metódicos, os organizados gostam de estabelecer lugares exclusivos para guardar objetos pessoais, roupas, sapatos, documentos e por aí vai. Assim eles não perdem tempo quando procuram por algo específico. E após o uso cada coisa volta exatamente para onde estava, para ser rapidamente encontrada no futuro.

2. Sem procrastinar – a máxima “não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje” é levada a sério pelos organizados. Isso evita que as tarefas se acumulem ao longo da semana e comprometam as metas estabelecidas. “O maior medo de uma pessoa muito organizada é de perder o controle da própria vida e da agenda”, reforça o Marcelo Homci.

3. Gastos sob controle – os hábitos metódicos também se aplicam à vida financeira dos superorganizados. Normalmente, uma planilha serve de apoio para controlar os gastos, com anotações de todas as compras feitas, aplicações na poupança e recebimento de salário, entre outros. Com as finanças em dia é possível evitar gastos supérfluos e assim planejar viagens e investimentos sem passar por nenhum sufoco.

4. Planejamento – “Desde uma arrumação simples no guarda-roupa até projetos de médio e longo prazo, pessoas organizadas seguem cronogramas, agendas e planejamentos”, explica José Carlos Carturan, especialista em medicina comportamental. Dividindo o dia em blocos e listando as metas que devem ser cumpridas, o trabalho flui com mais tranquilidade e objetividade.

5. Agenda organizada – ninguém é tão perfeito a ponto de não precisar de um apoio físico na hora de fazer o planejamento diário ou semanal. Os organizados anotam tudo na agenda, seja ela virtual ou de papel, e não hesitam em consultá-la em caso de dúvidas.

6. Hierarquia – organizados sabem dividir o dia e as tarefas de acordo com a importância de cada uma, evitando gastar foco e energia em situações de simples resolução. Atividades mais urgentes e trabalhosas, por exemplo, são realizadas no momento de maior produtividade, normalmente pela manhã. Esse hábito é mais um exemplo de como a organização é fundamental para quem quer aproveitar melhor o dia.

7. Uma coisa de cada vez – foco é uma característica acentuada nas pessoas organizadas, por isso cada tarefa é executada por vez, com atenção e dedicação. “O falso organizado faz justamente o oposto e nunca consegue terminar suas atividades”, explica Marcelo Homci. Sabendo priorizar as metas mais importantes, com o hábito anterior, nada se acumula ao longo da semana, que fica menos estressante.

8. Recicladores – nada pode ficar “estacionado” na vida de uma pessoa que gosta de se organizar. Cada objeto, documento ou atividade tem uma função específica; os que deixam de fazer sentido logo são reciclados, doados ou jogados fora, para não comprometer a organização geral. Desapego é fundamental para quem quer fazer parte do time dos organizados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.