Série "Beleza Natural" é uma forma de protesto artístico contra a indústria da beleza e os estereótipos

Pelo não é coisa de mulher? Para Ben Hopper, fotógrafo e autor da projeto fotográfico “Beleza Natural”, a obrigatoriedade da depilação das axilas femininas pode estar com os dias contados.

Hopper reuniu 14 mulheres, dos mais diferentes estilos, para fotografá-las fazendo uma pose em comum: braços erguidos e axilas cheias de pelos.

“Por mais de um século, nós temos sofrido uma lavagem cerebral por conta da indústria da beleza, que estimula a depilação. Por que isso, se pelos debaixo dos braços são um estado natural do corpo?”, questiona o fotógrafo.

Hopper considera o ensaio como uma forma de protesto contra os estereótipos de beleza que a sociedade impõe às mulheres. Para ele, a grande questão não é estimular mais um dever feminino, mas garantir o direito de escolha, queiram elas se depilar ou não.

A ideia surgiu em 2007, quando Hopper chegou à conclusão de que a arte contemporânea está cada vez mais repetitiva, já que os artistas temem realizar um trabalho mais ousado e pouco convencional e não serem levados a sério pela crítica.

“Pensei que fotografar essas mulheres com as axilas não depiladas produziria um efeito semelhante. Mesmo assim, levou alguns anos para que eu percebesse que gosto dessa opção nas mulheres, era algo que estava no meu subconsciente”, explica ele.

Algumas das modelos que aparecem na série de Hopper toparam o desafio e deixaram os pelos crescer naturalmente – outras, porém, já conservavam as axilas nesse estado e procuraram o fotógrafo por iniciativa própria.

“Em geral, são mulheres com uma mente mais aberta”, ressalta ele.

O fotógrafo acredita que os pelos podem ser algo belo, à sua maneira; as pessoas só precisam começar a questionar e considerar outras possibilidades e estilos de vida. Conheça outros trabalhos do fotógrafo Ben Hopper no  site oficial  dele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.