Projeto fotográfico é uma crítica às expectativas que a sociedade têm em relação à vida e ao papel da mulher

BBC

"Você é uma garota encantadora. Por que não está casada?" De tanto ouvir esta pergunta, a artista americana Suzanne Heintz decidiu comprar uma família de plástico: dois manequins que se transformaram em marido e filha.

Heintz explica que a ideia do projeto fotográfico surgiu depois de uma conversa em que mãe a aconselhou a "escolher alguém e sossegar".

Ela respondeu que não se pode sair pela rua para "comprar uma família", mas acabou tendo nisso a inspiração para um projeto artístico: o de formar uma família com manequins.

A artista e fotógrafa iniciou o projeto chamado Life Once Removed ("Quase como a Vida", em tradução livre) para retratar os momentos de sua vida com a família de plástico, lançando uma crítica às expectativas que a sociedade têm em relação à vida das pessoas e ao papel da mulher, questionando os conceitos vigentes de uma vida plena e realizada.

Leia mais: É vergonha ser solteira?

Heintz começou a fazer as fotos há mais de uma década, primeiro em sua casa. Depois ela expandiu seu projeto para as ruas e para outras cidades.

Hoje, a artista tem um acervo que inclui fotos de sátira aos cartões postais que famílias americanas tradicionalmente fazem em viagens e ocasiões especiais, imagens de cenas cotidianas em família, entre outros. Veja  mais detalhes do projeto em vídeo .


    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.