Amor, trabalho e saúde: a astróloga Monica Horta conta em detalhes como será o ano para os piscianos

Saturno vai fechar um ciclo e começar outro. E fazer os piscianos mostrarem ao mundo um brilho que eles andaram escondendo

Os piscianos vão continuar a viver a árdua e ao mesmo tempo deliciosa tarefa de olhar para a vida e para o mundo da maneira como os seus olhos foram destinados a ver, mas que, até pouco tempo, parecia estranha e fora do comum. De repente, eles estão descobrindo que não estavam errados ao andar com o passo trocado no meio do batalhão. Era o batalhão que estava andando com o passo errado.

Eles começam o ano novo astrológico encantados com o grande triângulo dos signos de água. A harmonia entre Netuno, Mercúrio, Júpiter, Saturno e a Lua vai espalhar no mundo uma overdose de sensibilidade com a qual os piscianos se sentem perfeitamente à vontade.

Aos poucos, o difícil processo (em geral mais lento do que o dos outros signos) de definição de identidade vai tomando forma e trazendo a sensação confortável de ter chegado ao lugar e ao tempo a que se pertence.

Pelo menos durante todo o primeiro semestre eles vão encontrar uma facilidade enorme de explicar racionalmente o que sentem. Com Netuno em harmonia com Júpiter e com Saturno, é possível pensar e sentir ao mesmo tempo.

A partir do segundo semestre, as impressões que recebem tanto do mundo manifestado como do mundo não manifestado vão ter condições de ser trabalhadas e a partir do final do ano vão poder ser mostradas ao mundo. Sem medo de errar ou de passar atestado de maluco.


Amor
Nesse começo do ano inundado por emoções, o amor pode aparecer em qualquer lugar, sem mandar aviso ou estabelecer condições. O regente da casa das relações estáveis (Mercúrio) começa o ano na casa das reações espontâneas dos nativos de Peixes e em conjunção com Netuno, o regente do signo. Essa configuração fala de um encontro apadrinhado por Júpiter, o pai de todos os deuses e segundo regente de Peixes. Pode ser que demore um pouco para ser percebido, mas o laço deve ser criado ainda no primeiro semestre. O momento em que vai ser visto deve ser o tal “tempo da delicadeza” de que fala Chico Buarque.

A harmonia de Mercúrio e Netuno com a conjunção entre a Lua e Saturno fala de um amor profundo e duradouro que a Vênus em Aquário vai demorar a perceber. E mais ainda para aceitar. Ela gosta de andar solta e de amar sem se misturar com o objeto desse amor. O céu também reservou um lugar para ela, mas mandou um aviso de que, em algum momento, ela vai precisar aceitar os limites impostos por Saturno.

Trabalho
Em termos de trabalho, o primeiro semestre é um tempo de criação. Profundamente envolvidos no seu mundo emocional, os piscianos estão inventando coisas bonitas e podem nem estar percebendo bem a crise que está sendo gerada pela quadratura em T que opõe as energias de Plutão, Júpiter e Urano.

Desde que entrou em Áries, em 2010, Urano está avisando que a vida profissional está mudando. Que velhas estruturas estão caindo e vão precisar ser substituídas por novas.

E são elas que vão começar a aparecer no segundo semestre, quando Júpiter entrar em Leão, nessa época sob a forma de um trabalho novo que se soma ao trabalho velho. A mudança vai ser completada em dezembro, quando Saturno entrar no signo de Sagitário e se instalar no ponto mais alto do céu dos piscianos. Algumas pessoas tem idade suficiente para se lembrar de quando isso aconteceu pela última vez (1984/1985) mas a maioria não vai ter esse recurso. De qualquer forma é importante entender que Saturno vai fechar um ciclo e começar outro. E fazer os piscianos mostrarem ao mundo um brilho que eles andaram escondendo.

Saúde
O signo de Peixes está ligado aos pés, por isso é bom que os distraídos piscianos prestem muita atenção onde pisam. Com Marte em oposição a Urano, o risco de tombos e de torções nos tornozelos é muito grande. Os sapatos confortáveis são uma exigência indispensável para os filhos de Netuno, mas a casa do céu que está ligada à saúde é colorida pelo signo de Leão. Isso significa que é preciso cuidar do coração.

Como a Lua começa o ano astrológico em conjunção com Saturno, é possível que seja necessário abrir mão de alguns prazeres e talvez encarar uma dieta. Mas o maior inimigo da saúde dos piscianos é o álcool. Pela simples razão que ele tem a mesma natureza que Netuno: ao mesmo tempo em que alivia angústias do presente, permite fugir da realidade para um mundo de fantasia onde não existe sofrimento.

Não é à toa que Netuno foi descoberto ao mesmo tempo em que a anestesia. Ela permitiu um avanço enorme da medicina, mas só pode ser usada com cuidado e atenção.

2014 vai ser um ano muito interessante. Vai valer a pena ficar acordado para vê-lo passar.

>>>Veja as previsões da astrologia para o ano de 2014

VEJA MAIS PREVISÕES:

Tarô dos famosos: Silvio Santos pode enfrentar mais uma crise e Adriane Galisteu ficará grávida novamente

Numerologia para 2014: confira a leitura para os aniversariantes de cada mês

100 Simpatias: escolha a ideal para o novo ano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.