Amor, trabalho e saúde: a astróloga Monica Horta conta em detalhes como será o ano para os cancerianos

No final de julho, Júpiter vai entrar no signo de Leão e apontar saídas lucrativas e originais

Os cancerianos começam o ano astrológico de 2014 ainda sob a proteção do mais benéfico de todos os planetas: Júpiter. Ele não só vai estar em Câncer, como vai fazer parte do grande triângulo dos signos de água que vai estar no céu no ingresso do Sol no signo de Áries.

Como acontece todo ano, o Sol está no ponto mais alto do céu indicando uma ênfase muito forte na posição social dos cancerianos. Como, desde 2010, Urano também está passando por lá, a situação é muito instável e extraordinariamente sensível às mudanças que estão acontecendo no mundo.

A partir do segundo semestre, com a entrada de Júpiter em Leão, os cancerianos vão começar a colher os frutos de tantas mudanças.

A presença de Marte no fundo do céu pode criar problemas com a família que são sempre graves para os filhos da Lua. Na verdade, Marte nessa posição significa apenas que eles vão sentir muita necessidade de emocionar as pessoas de quem gostam muito. Por isso, eles são capazes até de provocar uma briga só para quebrar um clima que eles acreditam ser de indiferença.


Amor
Com Júpiter na primeira casa e mais quatro planetas em signos de água, o ano vai ser animado por um mar de emoções, no qual os cancerianos vão nadar de braçada. A autoestima alta está sendo uma ajuda fundamental na hora de lidar tanto com as perdas, como com os relacionamentos transformadores que estão sendo trazidos por Plutão no signo de Capricórnio.

Ao mesmo tempo, a Lua no signo de Escorpião, em conjunção com Saturno, avisa que os amores que surgirem agora vão ser intensos, profundos e capazes de suportar os desgastes do dia a dia.

Esse clima meio dramático está sendo muito suavizado pela presença de Netuno no signo de Peixes. Ainda bem, porque a libertária Vênus em Aquário não gosta nada disso. O tempo não é muito propício para grandes discursos, mas todos os sentimentos podem se transformar em poesia.

Trabalho
As mudanças súbitas e inesperadas não são uma novidade para quem, desde 2010, está tendo que lidar com a influência revolucionária de Urano, o planeta da liberdade. O mundo está mudando muito rápido e a vida profissional dos cancerianos está mudando junto.

Mas o céu está preparando outro tipo de mudança para o segundo semestre. No final de julho, Júpiter vai entrar no signo de Leão e apontar saídas lucrativas e originais para a energia transformadora de Urano. No final do ano, é a vez de Saturno entrar no signo de Sagitário e fechar o grande triângulo dos signos de fogo, o triângulo do conhecimento e do aprendizado.

O complicado é que, mesmo sendo boas e produtivas, essas mudanças perturbam um pouco o coração vulnerável dos cancerianos. Eles se apegam demais às situações conhecidas, mas precisam saber que para crescer na vida devem aprender a se adaptar aos novos tempos. Saudades e negócios não são coisas que combinam bem.

Saúde
Com Júpiter regendo a casa da saúde e da rotina do dia a dia, os cancerianos tendem a ser saudáveis, mas podem ser prejudicados pela desorganização ou pelos excessos. Sem pensar, eles muitas vezes acumulam mais tarefas do que realmente dão conta e acabam abrindo a porta para o terrível estresse que atinge em cheio o sensível estômago comandado pela Lua. O resultado pode ser tanto uma gastrite como muitos quilos a mais, produzidos pelos doces ou pelas massas.

O fato de Júpiter estar neste signo não ajuda em nada na hora de tentar estabelecer algum limite ou exercer alguma disciplina, mas a relação de harmonia que ele estabelece com Saturno gera a consciência dos problemas que podem surgir se os limites forem ultrapassados.

>>>Veja as previsões da astrologia para o ano de 2014

VEJA MAIS PREVISÕES:

Tarô dos famosos: Silvio Santos pode enfrentar mais uma crise e Adriane Galisteu ficará grávida novamente

Numerologia para 2014: confira a leitura para os aniversariantes de cada mês

100 Simpatias: escolha a ideal para o novo ano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.