Monica Horta, astróloga do Delas, explica quais são as influências do ano astrológico que se inicia hoje. Leia as previsões para o seu signo

O ano astrológico que começa hoje convida a duas missões bem diferentes
Arte iG
O ano astrológico que começa hoje convida a duas missões bem diferentes

Mesmo quem não gosta de astrologia está percebendo que o ano de 2013 está começando agora. Exatamente no momento em que, aqui para nós no hemisfério sul, acaba o verão. Para quem mora no hemisfério norte, o fim do inverno. Para eles, o começo da primavera; para nós, o começo do outono.

Podemos achar que estamos indo em uma direção e descobrir que tomamos exatamente o sentido contrário

Mas o que situações tão diferentes têm em comum? Talvez alguma coisa parecida com o que une em uma mesma tipologia pessoas muito diferentes que nasceram no mesmo signo.

Está acontecendo uma mudança simultânea e radical de ritmo. A estação colorida pelos três últimos signos do zodíaco, seja lá em que hemisfério a gente esteja, é sempre muito intensa.

Para quem está mais perto da natureza, é a mais difícil para se plantar. Durante estes três meses a natureza mostra sua força através de situações extremas. Seja pelo calor ou pelo frio, as referências ao clima passam a fazer parte de todas as conversas.

Os dois primeiros meses são movidos pelas energias de Capricórnio e de Aquário, dois signos regidos por Saturno, secos e ásperos. Um tempo em que a natureza não acolhe e avisa a quem estiver chegando nessa hora que a vida não é fácil e as dificuldades fazem parte do cotidiano. O último mês, regido por Peixes, é o das grandes águas.

De novo, a natureza é a grande protagonista e muitas vezes nos obriga a mudar de rumo e reavaliar até que ponto estamos bem preparados para viver.

Tem gente que gosta, mas esse é sempre um tempo complicado. De repente, as coisas começam a mudar. Os dias agora têm a mesma duração. As águas baixam, as tempestades tanto de neve como de água diminuem e a gente começa a pensar mais no que vem pela frente do que no clima que está à nossa volta.

Observar o desenho do céu do equinócio, do outono para nós, ou da primavera para os povos do norte, é a maneira mais segura de prever a qualidade que o ano terá.

A descrição desse céu e as previsões que podemos espreitar através desse desenho valem para o ano todo e foram publicadas aqui. Vale relembrar signo a signo:


2013 será um ano de paixões, e isso pode ter vários significados

Será um ano regido por Saturno, mas no céu do ingresso do Sol em Áries, uma espécie de mapa astral do ano, quem brilha mais forte é a Lua, poderosa por estar no seu próprio signo – Câncer.

A senhora dos nossos afetos comanda ao mesmo tempo duas configurações importantes, mas de significados muito diferentes.

É uma das pontas do grande triângulo dos signos de água que envolve cinco planetas – e é o aviso mais claro de que as emoções vão mandar no mundo – e também participa da quadratura em T que une, além dela, Plutão, o Sol, Marte e Urano em uma mistura explosiva que não vai nos deixar esquecer que a qualquer momento a nossa vida, e a vida de todo o planeta, pode virar de ponta cabeça.

Diante da força extraordinária desse céu, só nos resta tentar escolher com qual das missões da Lua vamos preferir nos alinhar.

A primeira é uma missão de alívio impregnada pela inspiração delicada da parceria com Vênus, Netuno e Saturno. Se o caminho for este, será enfeitado pela arte e animado por muita música.

A segunda possibilidade é se envolver intensamente na luta para que surja um homem novo, representado pela conjunção entre Marte e Urano em seu enfrentamento com o poder estabelecido, que é representado por Plutão.

Esse caminho é mais duro, mas também pode ser muito gratificante. Só não pode tentar usar a inspiração netuniana para fugir da realidade ou o espírito guerreiro de Marte para briguinhas pessoais.

O mais complicado é que a escolha entre estes caminhos nem sempre existe. Com Netuno no signo de Peixes, pode acontecer de a gente achar que está indo em uma direção e descobrir que tomou exatamente o sentido contrário.

Em qualquer caso, feliz ano novo!

Leia também

- Faça sua sinastria
- O que é o ascendente?
- Susan Miller sobre 2013: "ano será bipolar"
- Outras previsões de 2013 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.