Aplicativo cria simulação sobre foto de transformações provocadas pelo consumo excessivo de álcool. Confira as imagens

BBC

O governo da Escócia aprimorou um aplicativo de smartphone que mostra como o consumo de álcool afeta o visual das mulheres ao longo de um período de dez anos.

O app faz uma simulação dos efeitos do álcool sobre uma foto fornecida pela usuária do telefone. A simulação se baseia no fato de a mulher beber acima do recomendado pelo governo escocês durante o período.

Chamado de Drinking Mirror ("Espelho da Bebida", em tradução livre), o aplicativo já havia sido lançado no ano passado, mas agora mostra os efeitos da bebida por um período maior.

Na foto da esquerda o programa capta a imagem atual da mulher. Ao lado, a projeção de como ela ficaria após dez anos consumindo álcool em excesso
changingface.com
Na foto da esquerda o programa capta a imagem atual da mulher. Ao lado, a projeção de como ela ficaria após dez anos consumindo álcool em excesso

Ele faz parte de uma campanha do governo escocês voltada a convencer as mulheres a beberem menos. A campanha tem como alvo especificamente mulheres com idades entre 31 e 44 anos.

Uma versão dela após dez anos, porém consumindo álcool com moderação
changingface.com
Uma versão dela após dez anos, porém consumindo álcool com moderação

Álcool e mortes
A estimativa oficial é de que uma em cada 30 mortes de mulheres na Escócia tenha alguma relação com o álcool.

Além disso, acredita-se que uma em cada três mulheres beba mais do que o recomendado semanalmente – 14 unidades, sendo que cada unidade equivale a 8 gramas ou 10 ml de álcool puro, que é a quantidade média que um adulto é capaz de processar em uma hora, em média.

A campanha pede às mulheres que diminuam a quantidade de álcool que tomam por semana, ficando longe das bebidas algumas noites.

Leia também:

O álcool é um "lubrificante" social, diz estudo

Sono feminino é mais afetado pelo álcool



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.