Amor, trabalho e saúde: a astróloga Monica Horta conta em detalhes como será o ano para os sagitarianos

Em 2013 a pressão continua, mas os sagitarianos vão começar a colher os frutos deste esforço

Até a metade do ano, os que nasceram em Sagitário ainda vão estar atrapalhados pelas confusões que Júpiter – o regente do signo – anda aprontando desde 2012. No seu signo de exílio – que é Gêmeos – e em desarmonia com Netuno, o pai de todos os deuses às vezes passa a impressão de estar bêbado. Faz com que seus filhos falem demais ou tomem decisões erradas. No final de junho Júpiter deixa o exílio e entra no signo em que está exaltado. Sua sabedoria vai voltar para casa.



Amor: Apesar das confusões provocadas pela má condição astrológica de Júpiter, os sagitarianos poucas vezes estiveram tão conscientes da delicadeza dos seus sentimentos. O dom que receberam do céu de prever a direção que as coisas vão tomar estará especialmente aguçado. Apesar da audácia que está vindo do encontro entre Marte e Urano em signos de fogo, as coisas melhores de 2013 devem se manifestar em ambientes muito restritos, aos quais poucas pessoas têm acesso.

Trabalho: Desde que Plutão entrou no signo de Capricórnio, a vida profissional dos sagitarianos passou por mudanças profundas que, à vezes, parecem pesadas demais. Em 2013 a pressão continua, mas os sagitarianos vão começar a colher os frutos deste esforço, como receber propostas que vão ampliar muito o sentido do que escolheram como profissão. O único risco está em não pensar direito e aceitar uma proposta nova só para provar que pode vencer este desafio. A boa relação entre Plutão e Saturno avisa que o sucesso na carreira está sendo construído devagar, mas firmemente. Uma pedra em cima de outra pedra.

Saúde: A casa relacionada com a saúde dos sagitarianos é colorida pelo signo de Touro. Dessa forma, ela é regida por Vênus, que exalta os prazeres dos cinco sentidos. Daí a fama de gulosos e preguiçosos. 2013 começa com Vênus exaltada no signo de Peixes, falando de um sexto sentido e pedindo um pouco mais de sensibilidade na hora de atender aos pedidos dos outros cinco. A presença de Marte e Urano no signo de Áries lança o desafio de abandonar o sedentarismo e começar a fazer pelo menos um pouco de exercício. A saúde vai depender desse tipo de escolha.

Ponto alto do ano: O melhor período de 2013 começa no final de junho, quando Júpiter entrar em Câncer. Nesta altura, dúvidas vão desaparecer e a felicidade vai estar ao alcance das mãos.

Ponto baixo do ano: Enquanto Júpiter estiver em Gêmeos e Marte em conjunção com Urano, a coisa mais fácil do mundo vai ser falar mais do que é necessário – e ter seus negócios prejudicados por essa indiscrição. No segundo semestre melhora. Até lá, fale o menos possível.

Recado de Saturno: Talvez arrastadas pela crise econômica, as pessoas vão estar discutindo sobre o que elas precisam para viver e se sentir em segurança. Para os sagitarianos esta discussão é urgente.

>>> Veja as previsões da astrologia para 2013

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.