A astróloga Monica Horta conta em detalhes como será o mês para os piscianos

As oportunidades, tanto afetivas como profissionais, vão se multiplicar

Se você nasceu em Peixes, deve estar começando o mês sem saber muito bem para onde se virar. Sua atenção ora se volta para o mundo afetivo, ora para a vida profissional. Tudo por causa de um excesso de oportunidades. Aliás, desde que Netuno entrou no seu signo você deve estar se sentindo como um surfista que aparentemente domina a força do mar, mas nunca sabe se no final daquela onda deliciosa vai estar uma chegada suave ou uma cambalhota que pode arranhar a pele e até quebrar o pescoço.

Com a metade dos dez planetas que a astrologia leva em consideração ocupando signos de água, você está no seu elemento e anda tirando de letra o clima emocional que perturba o pessoal muito racional.

O grande triângulo dos signos de água diz que esse é um tempo de afetos e de domínio absoluto da imaginação.

Acontece que a oposição entre o Sol em Sagitário e Júpiter em Gêmeos está exagerando expectativas. Tanto em relação ao sucesso profissional quanto à possibilidade de encontrar a verdadeira felicidade. Tem imaginação demais espalhada pelo mundo e ai de quem não sabe o que fazer com ela.

O complicado é que o Sol e Júpiter estão desafiando Netuno, que também não entende nada a respeito de limites ou do princípio da realidade.

Dizendo de outra forma: o tempo é perfeito para os poetas e complicado para os burocratas.

Acontece que a conjunção entre Plutão e Marte no signo de Capricórnio está exigindo metas claras, determinação e objetividade. E isso está difícil para quem sonha tanto. E ainda vai sonhar mais depois da metade do mês, quando Mercúrio, Vênus e a Lua Nova ativarem ainda mais a tensão entre Sagitário, Peixes e Gêmeos.

As oportunidades, tanto afetivas como profissionais, vão se multiplicar e pode ser complicado estabelecer uma escala de prioridades.

Mas, no dia 21, o Sol entra em Capricórnio, acalma um pouco o conflito do céu e cria uma ponte entre o sonho e a realidade.

No dia 26, Marte entra em Aquário e pode perturbar um pouco o sono dos piscianos, mas, porque faz uma relação muito positiva com Urano, vai aguçar ainda mais a capacidade que todo pisciano tem de “ver o que ninguém vê e não ver o que todo mundo vê”.

Preste atenção aos seus sonhos. Pode ser de lá que vai sair a indicação para o melhor caminho na vida.

No dia 28, a Lua Cheia, numa bela harmonia com Netuno, vai iluminar o eixo entre o presente e o futuro. Dessa energia bonita pode vir um romance, um filho ou uma inesquecível obra de arte.

- O tempo de sagitário: a configuração do céu em dezembro na coluna de Monica Horta

- Veja as previsões de dezembro para todos os signos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.