A astróloga Monica Horta conta em detalhes como será o mês para os geminianos

Mesmo que você tome um caminho errado, a experiência vai ser divertida

Os geminianos, que passaram quase todo o mês de novembro se atrapalhando com as confusões na vida profissional provocadas por Netuno e pelas estripulias de Mercúrio aparentemente andando para trás, vão começar dezembro bem mais animados.

Netuno continua (e ainda vai ficar muito tempo) no meio do céu, mas Mercúrio voltou a andar para frente e está bem perto de Vênus. Do signo de Escorpião, que se entende bem com o signo de Capricórnio, os dois podem ajudar a aceitar bem as mudanças no cotidiano que estão sendo preparadas por Marte e Plutão.

Seria bom começar o mês fazendo um exame geral na saúde e atualizando todos os exames de rotina que possam estar atrasados. A harmonia entre Saturno e Netuno pode ajudar a esclarecer sintomas que pareciam não ter importância.

Esta mesma configuração também é muito boa para avaliar a qualidade do cotidiano e determinar quais são as tarefas prioritárias e as que podem ser dispensadas. Faça isso logo porque, a partir do dia 11, Mercúrio vai entrar em Sagitário, fazer um trígono com Urano, uma quadratura com Netuno e começar a se opor a Júpiter, que continua no seu signo.

A partir daí, as asinhas que o deus mensageiro tem nos pés vão ganhar uma velocidade supersônica e ele pode perder completamente a sua capacidade de discriminação.

No dia 13, é a Lua que se encontra com o Sol na casa dos relacionamentos estáveis e, no dia 17, Vênus chega ao mesmo lugar. Nesse período as possibilidades de parceria vão se multiplicar, tanto no plano pessoal como no profissional, e pode ser difícil escolher quais delas são viáveis e quais não são.

O jeito é confiar em Júpiter, que vai comandar o processo e continua sendo o mais benéfico de todos os planetas. Pode ser meio exagerado, mas sempre traz sorte. Mesmo que você tome um caminho errado, a experiência vai ser divertida.

No dia 21, o Sol entra em Capricórnio e melhora ainda mais a harmonia entre Saturno e Netuno. A partir daí, vai ficar mais fácil ouvir e compreender as propostas dos possíveis parceiros e aceitar as interferências e opiniões dos outros.

As coisas vão ficar ainda mais claras a partir do dia 26, quando Marte entrar em Aquário e estabelecer uma relação de harmonia com Júpiter e com seu ascendente.

A Lua Cheia do dia 28 pode lhe ajudar a descobrir novos talentos e mostrar a necessidade de reconhecer as suas carências e aceitar a ajuda ou o comando de outras pessoas, mesmo sabendo que isso pode significar uma mudança radical no seu projeto de vida.

- O tempo de sagitário: a configuração do céu em dezembro na coluna de Monica Horta

- Veja as previsões de dezembro para todos os signos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.