A astróloga Monica Horta conta em detalhes como será o mês para os escorpianos

Não vá provocar uma briga só para dar uma “esquentada” em um relacionamento

O pessoal de Escorpião começa o mês de dezembro divido entre questões afetivas e problemas materiais. Talvez não tenham ainda se acostumado à sensação de “freio puxado” que está sendo provocada pela chegada de Saturno ao seu signo e estranhem as dúvidas racionais que estão impedindo uma atuação mais espontânea e a livre expressão dos sentimentos.

Mesmo com Vênus, Mercúrio e a cabeça do dragão na sua primeira casa, eles não estão tão dispostos a se jogar de cabeça nas situações e nos relacionamentos como faziam antes. Como se os sentimentos precisassem de justificativas racionais para valer a pena.

Mas como Vênus e Mercúrio estão em harmonia com Netuno – que está na casa dos romances e do desafio pessoal – essa demora, ou essa hesitação, pode levar a relacionamentos mais profundos e estáveis. Saturno pode ajudar a perceber que, às vezes, a melhor parte de um amor é a que vem antes da declaração.

No começo do mês, a oposição entre o Sol em Sagitário e Júpiter em Gêmeos pode levar a um excesso de expectativas a respeito dos parceiros, tanto no plano físico como no econômico. O trígono entre o Sol e Urano pode trazer parceiros novos, talvez muito diferentes dos que você teve até agora.

A partir da metade do mês, com a chegada de Mercúrio e Vênus a Sagitário e do encontro da Lua com o Sol na mais entusiasmada Lua Nova do ano, sua autoestima vai crescer muito e você vai voltar a dar valor aos seus talentos e aos recursos com que conta para superar dificuldades.

O risco é exagerar na dose e achar que pode fazer tudo sozinho.

Mas o encontro entre Plutão e Marte, planetas regentes do seu signo, no signo de Capricórnio não vai deixar você se afastar demais da realidade e pode ser responsável por excelentes negócios ou pelo início de um novo e promissor aprendizado.

No dia 26, Marte vai entrar em Aquário e aumentar muito a temperatura do seu mundo emocional. A partir daí, a única coisa que você não vai suportar é a indiferença. Não vá provocar uma briga só para dar uma “esquentada” em um relacionamento.

No dia 28, a Lua Cheia vai fechar o mês iluminando o eixo do conhecimento e da sabedoria e mostrando que, por mais que você tenha confiança no que conhece e sabe fazer, é necessário conhecer outras coisas e lugares. Talvez aprender com novos mestres. Pode ser que uma longa viagem apareça entre as suas resoluções de ano novo.

- O tempo de sagitário: a configuração do céu em dezembro na coluna de Monica Horta

- Veja as previsões de dezembro para todos os signos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.