A astróloga Monica Horta conta em detalhes como será o mês para os sagitarianos

Para os orgulhosos herdeiros de Júpiter, o tempo de Escorpião é sempre chamado de “inferno astral”. Na prática, apenas um tempo que exige um pouco de recolhimento e meditação para fechar o balanço de tudo o que foi feito desde o último aniversário.

O céu vai lhe desafiar a construir um mundo novo e, ao mesmo tempo, preservar o que existe de bom no mundo velho

Acontece que, neste ano, o tal inferno astral parece, e é, mais sério do que os outros, porque está acontecendo com Saturno no mesmo signo que o Sol. Esta passagem de Saturno pela décima segunda casa não é em si um acontecimento astrológico negativo, mas não deixa de ser pouco confortável. Desta vez, o balanço a ser fechado pode ser de 30, 14 ou 7 anos, dependendo da idade da pessoa.

Esse fechamento de ciclo vai durar um pouco mais de dois anos. Quando Saturno entrar em Sagitário, uma nova fase da sua vida vai começar. O momento atual é mais de fechamentos do que de começos. Este é um processo longo, que envolve uma redefinição emocional provocada pela passagem de Netuno pelo signo de Peixes.

Durante o mês de novembro, o Retângulo Místico que está desenhado no céu encobre duas poderosas formas de tensão. A primeira, diretamente ligada às relações de parceria, envolve a oposição entre Mercúrio no seu signo e Júpiter no signo de Gêmeos.

Quando dois planetas estão um na casa do outro, têm sua influência reforçada e podem funcionar como se cada um estivesse no seu próprio signo. Nesse caso, todos os encontros, contratos ou sociedades estão muito favorecidos por uma excelente capacidade de comunicação, mesmo que ela esteja um pouco contaminada pelo excesso de idealismo de Netuno no signo de Peixes. Daí podem nascer excelentes parcerias, tanto no plano profissional como pessoal.

O único cuidado que precisa ser tomado é definir com clareza as expectativas de cada lado. De preferência com tudo registrado por escrito. Principalmente entre os dias 6 e 26, quando Mercúrio vai estar aparentemente andando para trás.

A outra fonte de tensão é a oposição entre a Vênus em Libra e Urano em Áries, que ativa uma velha discussão sobre o que é mais importante: aproveitar ao máximo o momento presente e aceitar todos os desafios que a vida pode oferecer, ou investir em um projeto de futuro e se unir a pessoas com que possa compartilhar sonhos e ideais.

Esse tipo de projeto ou de sonho de futuro pode começar a se tornar realidade depois do dia 17, quando Marte se juntar a Plutão no signo de Capricórnio. A quantidade de energia prática que vai ser gerada por esses dois planetas vai ter a capacidade de superar os mais difíceis obstáculos.

Apenas tome cuidado para não destruir o que foi feito até agora por causa de algo que ainda não existe. O céu vai lhe desafiar a construir um mundo novo e, ao mesmo tempo, preservar o que existe de bom no mundo velho.

> Leia tudo sobre o Tempo de Escorpião na coluna de Monica Horta

> Veja as previsões de novembro para todos os signos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.