A astróloga Mônica Horta conta em detalhes como será o mês para os leoninos

Para os leoninos, o início da primavera costuma coincidir com um período movimentado por encontros, conversas e deslocamentos esclarecedores. O Sol está na casa 3, ligada à comunicação, aos primeiros aprendizados, às pequenas viagens e ao relacionamento com irmãos ou pessoas próximas, como vizinhos, por exemplo.

Nesse ano tudo isso continua valendo, mas está sendo vivido com uma intensidade pouco comum, por causa da tensão com Urano, que está em Áries, e com Plutão, que está em Capricórnio.

Essa configuração fala de mudanças bruscas e radicais no campo da comunicação, com efeitos muito fortes no cotidiano. 

Assim, um curso superior ou uma viagem ao estrangeiro podem mudar completamente a maneira como cada um vai viver o cotidiano.

Às vezes a felicidade falta mesmo, mas isso não quer dizer que desapareceu para sempre. O tal “felizes para sempre” não significa “felizes o tempo todo”.

A casa 9, onde está Urano, também está ligada à ética e à relação com o mundo através dos meios de comunicação. Uma notícia ou uma postura ética, tanto para o bem como para o mal, podem fazer o mesmo efeito que as viagens e dos cursos superiores.

Em qualquer um desses casos, o que está ficando cada vez mais claro é que uma velha ordem está acabando e uma ordem nova precisa tomar o seu lugar. Dito de outra forma, vai ser preciso aprender a viver de maneira diferente.

A entrada de Vênus em Virgem, logo no começo do mês, deve trazer boas oportunidades na vida profissional. Por causa da harmonia com Plutão, elas vão ser acompanhadas por muito trabalho. Não adianta tentar fugir dele. Com Plutão na casa seis, se trabalha muito ou se fica doente o tempo todo.

A saúde continua exigindo atenção e, se for bem cuidada, pode melhorar muito. Com Plutão em harmonia com Vênus, os leoninos podem até se livrar definitivamente de constantes sintomas pouco graves, mas crônicos, que atrapalham a produtividade no dia a dia. Se for mal cuidada, estes sintomas podem se agravar.

Mas o acontecimento astrológico mais importante do mês é a entrada de Saturno, junto com Mercúrio, no signo de Escorpião, o ponto mais baixo do céu dos leoninos.

Durante os dois anos que passou em Libra, Saturno criou bloqueios de comunicação que agora podem desaparecer como que por mágica.

Agora, o Deus do Tempo vai dar a partida num longo processo de reconstrução do mundo emocional com efeitos muito claros nas relações afetivas, principalmente com a família.

De alguma forma, vai ser necessário criar uma “linha do tempo”, onde as experiências emocionais de toda a vida possam ser organizadas. Nessa época, as terapias podem ajudar muito. E podem interpretar os muitos sonhos que estão sendo trazidos por Netuno no signo de Peixes.

Não estranhe se, no começo, esse balanço afetivo registrar mais os momentos de falta do que os de felicidade. Um trânsito novo de Saturno pede – e pode ajudar a conseguir – uma boa dose de maturidade para aceitar a ideia de que existem momentos felizes e momentos infelizes na vida de todas as pessoas.

Às vezes a felicidade falta mesmo, mas isso não quer dizer que desapareceu para sempre. O tal “felizes para sempre” não significa “felizes o tempo todo”.


> Leia tudo sobre o Tempo de Libra na coluna de Monica Horta

> Veja as previsões para todos os signos

CADASTRE-SE PARA RECEBER A NEWSLETTER DO DELAS , CURTA A PÁGINA DO DELAS NO FACEBOOK SIGA O @DELAS NO TWITTER e consulte o horóscopo diário do Delas , por Monica Horta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.