Festival popular na Ásia celebra as três fases da vida de Buda: o nascimento, a iluminação e a morte

O mais importante festival religioso na Ásia celebra o nascimento e, para algumas tradições budistas, também a iluminação e a morte de Sidartha Gautama, o Buda. O festival é celebrado em todos os países de religião budista. Na Indonésia, por exemplo, a cidade de Magelang, foi tomada pelas flores e velas que os devotos levaram para o templo de Borobudur, no último domingo, dia 6 de maio. 


Antes de chegar a Borobudur, no entanto, os fiéis cumpriram a tradição e fizeram peregrinações por outros templos, como Mendut e Pawon. Carregavam flores e velas. Muitos balões coloridos foram soltos no final da festa.

A tradição manda que, durante o Vesak, as pessoas limpem as casas, façam oferendas para os templos, levem presentes para Buda e pratiquem a generosidade. Cantos e danças fazem parte de todos os festejos.

Além de celebrar o nascimento, o Nirvana (a iluminação) e a morte de Buda, a data estimula a prática da ‘vida nobre e correta’ e a ideia de que todos devem se ajudar a ser felizes.

Além da Indonésia, outros países como Índia, Nepal, China, Vietnã, Laos, Sri Lanka e Tailândia também celebram o Vesak.  A data exata do festival varia de acordo com o calendário lunar e com as práticas de cada tradição budista, mas, comumente, ele é realizado numa Lua Cheia, entre os meses de maio e junho.

Continue lendo: 
Um casamento budista em terras brasileiras
Meditadores urbanos: uma saída para o estresse
Noivos de religiões diferentes contam como conciliar a cerimônia 


>>> Assine a  Newsletter , curta nossa página no  Facebook  e siga o @Delas no  Twitter  <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.