Saiba quais são os 10 erros mais comuns que as mulheres cometem em um relacionamento

Ciúmes, expectativas, negligência: escape das
armadilhas comuns ao casal para ter uma relação
saudável
Getty Images
Ciúmes, expectativas, negligência: escape das armadilhas comuns ao casal para ter uma relação saudável
Toda mulher sonha com seu príncipe encantado desde muito cedo. As decepções começam quando a recém comprometida começa a fazer mil planos e espera que o amado se encaixe em todos eles. No começo, pode até ser que o rapaz se esforce e cumpra todas as expectativas. Mas o mais comum é que o tiro saia pela culatra e ele suma de suas vistas.

Mas o que elas fazem de errado, afinal? Provavelmente, esperar demais dele. Por isso, tenha sempre em mente que...

Ele não é adivinho
Uma garota deve saber que o homem não tem bola de cristal e aceitar que muitas vezes ele não vai entender sua TPM ou cara feia. Não adianta emburrar toda vez que o coitado faz algo de que você não goste, mas que você acha que ele tem a obrigação de saber.

Priscila Pires, 25, analista de sistemas, diz que deixava o namorado sempre “pisando em ovos”. “Ele fazia um comentário que eu considerava desrespeitoso, e eu fechava a cara na frente de quem quer que fosse. A gente saia do paraíso e chegava ao inferno em menos de 10 segundos”. O resultado: o namoro acabou. Priscila diz que hoje se arrepende e tenta não levar as pequenas coisas tão a sério. “Quando algo relevante me incomoda, falo numa boa e tento levar o relacionamento com mais leveza e menos cobrança”.

Você não vai “consertar” a vida dele
Você achava o pileque dele um charme, a mania de falar alto sinônimo de irreverência e os amigos dele divertidos. Hoje diz que ele não deve beber tanto, dá broncas cada vez que ele não se comporta como deveria, acha os amigos deles um bando de bobos e pensa que ele teve muita sorte de encontrá-la, pois você vai apresentar pra ele um mundo novo e cor de rosa.

“O Luis virava as noites no fim de semana. A gente acordava tarde e ele sempre estava de ressaca. Eu queria aproveitar o dia, ir à praia, ao parque. No começo, seguia o ritmo dele, mas depois comecei a querer colocar ‘ordem na casa’”, diz a publicitária Marina Magalhães, 23. Segundo a psicóloga Sylvia Brito, isso acontece porque a mulher é preparada para ser mãe desde pequena. “Se comportar desta forma é um erro comum. Cada um deve ter sua vida e sua individualidade. Se algo incomoda, o ideal é tentar um equilíbrio sem imposição de nenhuma das partes”.

É preciso ter tato para falar do desempenho
Este assunto é bem delicado e existem diversas formas para você aperfeiçoar o sexo. A pior delas é dizer que ele é ruim e não ter tato. A jornalista Carla Vieira, 32 anos, estava em uma balada quando discutiu com o namorado recente. “Mandei um SMS dizendo que não queria mais nada e que ele era muito ruim de cama”.

Passado o momentâneo “excesso de sinceridade”, ela se arrependeu e pediu perdão no dia seguinte. “Ele aceitou, mas ficou muito inseguro com o sexo e se cobra muito. Foi a pior coisa que eu podia fazer”, admite.

É preciso separar expectativa e realidade
Ele liga uma vez por semana, mas você entende todas as desculpas e acha que ele é um eterno ocupado. Você faz planos de casamento e ele está desempregado e não quer trabalhar. Você quer apresentá-lo para a sua família, e ele nunca está disponível. Você conhece alguma destas histórias? Pois é. Esse cara não está a fim de você e, a não ser que você seja um ser superior repleto de tolerância e paciência, pode ser que um dia esse namoro vá pra frente.

Segundo a psicóloga Géssica Lopez, a maioria das mulheres não consegue identificar os sinais enviados pelos homens. Elas romantizam os relacionamentos e desejam com tanta intensidade encontrar o príncipe encantado que não percebem quando estão perdendo tempo com um sapo – que não tem a menor intenção de virar príncipe. "Os homens não conseguem simplesmente dizer que não estão a fim de um compromisso mais sério. Eles mandam sinais confusos, que muitas mulheres entendem como insegurança".

Ciúmes em excesso acaba com qualquer um
Em tempos tecnológicos, poucas pessoas resistem à tentação de checar o orkut, twitter, facebook e outros páginas pessoais do amado a cada cinco minutos. Se você é incontrolável, melhor abandonar as redes sociais e fazer as pazes com a paz e a tranquilidade. Ninguém aguenta ciúmes em excesso ou um espião pronto para jogar na cara qualquer passo em falso.

Por isso, a pediatra Daniela Freitas, 29, diz que mal checa o seu orkut. “As ex-namoradas do Cássio não têm nome. Eu nunca perguntei e não quero saber. Caso ele me falasse, certamente eu ficaria paranoica e procuraria indícios. Como ele é da mesma filosofia que eu, a gente se entende”.

Exagerar nos mimos é bobagem
Se o cenário é de muita paixão, é inevitável se lembrar do namorado a cada música romântica que toca, a cada filme meloso ou diante das paisagens maravilhosas que você passa a notar (mesmo que esteja em frente à boca do lixo). Mas não precisa mandar SMS e ligar a cada 3 minutos.

“Eu admito que sou compulsiva. Estávamos há uma semana juntos e era aniversário dele. Ao contrário da sugestão de minhas amigas de presenteá-lo com algo mais singelo, como um CD, eu comprei um relógio super caro e uma calça de uma marca famosa. Aparentemente, ele gostou, mas ficou constrangido”, conta a professora Renata de Andrade. Nesse caso, a mensagem é: eu estou desesperada. Renata ficou sozinha um mês depois.

Não vale a pena viver só a vida dele
Você torcia para o Santos e não ligava pra futebol, mas virou uma corintiana roxa e vai aos jogos do timão. Passou a frequentar baladas que achava insuportáveis. Era vegetariana, mas hoje acha que não comer carne é muito radical.

Para a psicóloga Lígia Flores, é natural que isso ocorra no começo, mas tudo pode ruir se você mudar de ideia. “A gente descobre coisas novas, mas depois pode ficar cansada de tanta novidade. Ceder demais pode resultar na perda de parâmetros e da personalidade”. O conselho para as meninas é que elas também apresentem o seu mundo ao namorado. Se ele gostar de você, vai fazer seus programas com a mesma boa vontade que você faz os deles, sem ninguém se ferir.

Falta de vaidade atrapalha
Ele diz que você acorda com a cara linda e que gosta mesmo é da beleza natural. A balela dura até o dia que você pegar o espertalhão admirando as mulheres nas capas de revista ou elogiando a colega do trabalho. Não descuide de sua aparência, mesmo que ele diga que não liga. Mantenha a unha em dia e se arrume quando forem sair juntos.

“A dica que eu dou é surpreender. Se ele imagina que você é básica, um dia apareça com uma lingerie provocante e com as unhas pintadas de vermelho. Ele vai ficar com a pulga atrás da orelha e não vai querer que você escape”, conta a educadora Fabíola Nunes.

Higiene tem que estar sempre em dia
Todo mundo repara e comenta quando alguém tem mau hálito ou cheira mal. E essa pessoa nunca é você, claro. Assim como a gente espera que o rapaz esteja sempre cheiroso e tinindo, as moças precisam ter a mesma preocupação.

Carlos Almeida, 24, conta que uma vez ficou com uma menina linda na balada, mas ela tinha mau hálito. “Ela parecia uma modelo, mas sei lá se essas dietas malucas que essas meninas fazem pra ficar magra interferiu. Fiquei com uma péssima impressão e não quis pagar pra saber como era o resto”.

Ignorar sinais de desgaste é fatal
Tudo pode ser reinventado e apimentado, desde que a mulher seja esperta e não deixe de perceber quando alguns sinais começam a surgir. Se o relacionamento começar a esfriar, conversas, viagens e atividades em conjunto ajudam.

A advogada Letícia Barreto, 34, se matriculou na dança de salão com o maridão. “A gente dançava coladinho e olhando no olho do outro. Pode parecer bobagem, mas a gente se aproximou muito. O dia a dia é desgastante e é fácil deixar a intimidade de lado com a rotina, ainda mais com oito anos de casado”, aconselha.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.