No último dia de Peixes, acontece um eclipse, o fenômeno astrológico mais importante do mês. Alguma coisa vai terminar, porque esse fenômeno sempre decide algo

A partir do dia 15,  Saturno, o planeta da razão,vai iniciar um movimento retrógrado que dura até o mês de agosto
Arte iG
A partir do dia 15, Saturno, o planeta da razão,vai iniciar um movimento retrógrado que dura até o mês de agosto

O mês de março já começa anunciando as qualidades com as quais pretende impregnar as nossas vidas neste final de verão. O Sol ao lado de Netuno, o deus do mar, e Marte se encontrando com Vênus no signo de Áries, desenham uma das mais apaixonantes configurações do céu.

A hipersensibilidade e o idealismo do signo de Peixes, a audácia agressiva e perturbadora de Marte, Vênus e Urano desafiando Plutão e uma intensa atividade mental estimulada por Mercúrio em Aquário em harmonia com Urano.

O clima tenso de fevereiro permanece, mas Mercúrio, o deus mensageiro, favorece todas as conversas, trocas e negociações. Vão surgir novas ideias, novas soluções para problemas complicados. Mas por causa da oposição com Júpiter em Leão, egos superdimensionados podem ser levados a falar demais sem seriedade, o que pode levar à uma irremediável perda de credibilidade.

Veja também: Previsões diárias de cada signo

Mais uma vez vamos ver Mercúrio demonstrar na prática o poder que as palavras têm tanto de mostrar quanto de esconder a verdade. Não é à toa que o senhor das comunicações também é conhecido como o deus trapaceiro ou o deus dos ladrões.

A Lua Cheia do mês acontece no dia 5 e põe frente a frente a fé e a imaginação poderosa do Sol e de Netuno, reunidos em Peixes com a crítica e o senso de realidade  da Lua em Virgem. Uma luz que pode nos ajudar a perceber que as ideias mais bonitas só tem sentido e valor quando descem a terra e transformam a realidade. 

A partir do dia 8 , a harmonia entre Marte e Júpiter, os dois planetas da vontade, vai acelerar os processos de transformação que estão em curso e trazer um otimismo alegre muito necessário. Um tempo em que a fé parece mover o mundo.

O único problema é que esse entusiasmo todo vai acirrar a tensão entre Plutão e Urano, que desde 2010 está mexendo com toda a organização hierárquica que rege o mundo. Este pedaço do mês vai ser, no mínimo, turbulento.

No dia 13 , Mercúrio entra no signo de Peixes e muda o filtro que colore todas as formas de comunicação. 

A partir do dia 15,  Saturno, o planeta da razão, que até agora estava enfiado até o pescoço na farra uraniana, vai dar uma meia volta e iniciar um movimento retrógrado que dura até o mês de agosto. Ao aparentemente andar para trás, vai quase nos obrigar a refletir sobre o que estamos fazendo e tentar distinguir as estruturas que precisam se mudadas das que precisam ser preservadas.

O primeiro planeta a levar um cala-boca de Saturno é exatamente Mercúrio e quem falou demais vai ter que lidar com as consequências do que disse. Porque este é o significado primordial do deus do tempo: tudo o que se faz tem consequência.

Saiba mais: Previsões para todos os signos em 2015

No dia 17 , é a vez de Vênus, que andava agitadíssima, no meio dos planetas em signos de fogo, voltar para casa no signo de Touro e nos fazer dar mais valor às coisas que conquistamos até agora. A audácia aventureira de quem não tem nada a perder vai ser substituída por uma atitude mais cautelosa de quem tem coisas para preservar. 

A Vênus de Touro, regente da garganta e das vozes mais bonitas do zodíaco, vai fazer uma parceria criativa com Mercúrio que, agora em Peixes, está junto de Netuno, distribuindo toneladas de inspiração. Um tempo fértil para a música e para todas as formas de arte.

No último dia do tempo de Peixes, que, ao mesmo tempo, é o primeiro dia de Áries, acontece o fenômeno astrológico mais importante do mês . A Lua e o Sol se encontram numa Lua Nova extraordinária com seu poder multiplicado por um eclipse total do Sol.

Um eclipse sempre decide alguma coisa e este acontece no último grau do último signo do Zodíaco. Alguma coisa vai terminar.

O eclipse não vai ser visível no Brasil, mas vai escurecer o céu no norte da Europa.  Um presságio preocupante que acontece horas antes do momento em que o Sol entra em Áries e marca o início do ano novo astrológico .  O equinócio da primavera para o hemisfério norte e o do outono para o hemisfério sul.

A partir desse momento a energia guerreira do signo de Áries volta a dominar o céu .

Capitaneados por Marte, o dono da casa, o Sol, Urano e, a partir do dia 31, Mercúrio vão reavivar o espírito de luta, mas com muito mais clareza e definição de objetivos.  Esses quatro guerreiros vão receber o apoio de Saturno em Sagitário e de Júpiter em Leão. Um exército respeitável.

O mês termina com a poderosa Vênus em Touro em harmonia com Plutão, o senhor das transformações irreversíveis. O que precisar ser mudado vai ser mudado. O que merecer ser preservado vai ser preservado. 

>> Leia mais previsões na coluna "Um Olhar Astrológico"

>>> Curta a página do Delas  no Facebook e siga o @Delas  noTwitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.