A entrada de Vênus em um signo de terra começa a preparar um tempo ligeiramente melancólico, mas cheio de bom senso que dominará o céu no final do ano

Lua Nova do ano acontece antes de um acontecimentos astrológicos importante: o ingresso de Saturno no signo de Sagitário
Arte iG
Lua Nova do ano acontece antes de um acontecimentos astrológicos importante: o ingresso de Saturno no signo de Sagitário

Dezembro começa animado pela energia flamejante dos signos de fogo. Sem novidades. Todo ano, este mês começa sob a influência dos entusiasmos exagerados típicos do signo de Sagitário.

Talvez seja por isso que a gente se apavore tanto quando começa a planejar as festas de fim de ano. A lista de presentes parece não ter fim e as caixinhas que pedem contribuições poderiam ser comparadas a centenas de passarinhos com a boca aberta, esperando ao menos por uma minhoca.

Esse ano, o cenário é ainda mais grave porque o Sol começará o mês acompanhado por cinco planetas em signos de fogo.

Vênus ao lado do Sol vai logo imaginando festas grandiosas e criando a expectativa por presentes e figurinos arrasadores. A Lua do lado de Urano não só dá força, como pede pressa e fica muito irritada se alguém fala em exagero. Para completar, Júpiter fecha o triângulo do signo de Leão. Uma chave de ouro que multiplica a vaidade até um ponto perigoso.

Ainda bem que, assim como na vida, as configurações do céu passam e a uma parte dos delírios se transforma em ideias criativas e realizáveis. Outra parte simplesmente some e tem uma vaga chance de ser lembrada como uma nuvem passageira.

 Veja: Previsões diárias de cada signo

Ainda no dia 4 , Marte, que passou um bom tempo provocando rebeliões irritadas e distribuindo um mau humor muito chato, entra no signo de Aquário e começa a furar o balão vaidoso dos egos inflados por Júpiter em Leão.

Finalmente, chega um planeta para representar e defender os signos de ar. E logo o deus da guerra. De repente, as pessoas voltam a pensar e a tomar decisões em função de uma ideia e não de um impulso.

Excelente condição celeste

Do signo que está ligado à maneira como olhamos para o futuro e que nos faz perceber que não somos os únicos sobre a face da terra, o deus da guerra vai inaugurar um tempo de lutas voltadas para o interesse coletivo que podem ser muito bem sucedidas desde que não percam o foco e consigam explicitar com clareza os objetivos que estão sendo perseguidos.

Leia também:
O perfil de cada signo
As doenças de cada signo

Essa previsão otimista está apoiada na relação de harmonia entre Marte e Urano, o planeta da liberdade. Como um está no signo do outro podem ser, os dois, considerados em excelente condição celeste.

Mercúrio também vai estar em harmonia com Urano e nos ajudará a pensar mais e melhor. Quem sentirá essa energia com mais clareza são os que lidam com tecnologia de ponta. Um bom momento para descobertas feitas principalmente pelos cientistas que ainda se deixam guiar pelo sonho de uma ciência que contribua para que a sociedade viva melhor.

No dia 6 , uma bela Lua Cheia nos fará sonhar com horizontes mais amplos. Com Mercúrio em trígono com Urano e Vênus em trígono com Netuno, será possível pensar e sonhar ao mesmo tempo,

Todos os encontros que acontecerem aí serão revestidos por um otimismo que pode levar a resultados belos e concretos.

No dia 10 , Vênus substitui Marte no signo de Capricórnio e vai nos ajudar a avaliar com bom senso e realismo aquelas listas que tínhamos preparado no começo do mês.

A entrada da senhora da imaginação em um signo de terra começa a preparar um tempo ligeiramente melancólico, mas cheio de bom senso que vai dominar o céu no final do ano.

As relações serão levadas mais a sério e os preparativos para as festas, bem mais realistas. Mas não dá para esquecer que, no meio do mês, o Sol está em harmonia exata com Júpiter e que os dois não vão deixar cair a peteca da esperança, da alegria e, se for possível, da abundância.

São eles também que garantirão a o brilho dos dourados e das luzinhas de Natal.

Veja ainda: Signos influenciam a personalidade da criança?

Pena que, no dia 15 , volta a acontecer uma das quadraturas exatas entre Urano e Plutão que tem provocado uma tensão fora do normal em todo o planeta. Mais uma vez, um tempo de enfrentamentos entre o velho e o novo. Essa quadratura pode se manifestar tanto através da natureza como na relação entre pessoas ou entre países.

Mais uma vez, um tempo de terremotos.

Dia 17 é a vez de Mercúrio entrar em Capricórnio e subir um tom de cinza.

No dia 21 , o Sol e a Lua entram juntos nessa área do céu numa Lua Nova que vai nos lembrar que festas e encontros familiares são coisas muito sérias e que não podem servir de biombo para desentendimentos profundos ou de vitrine para as conquistas materiais que foram feitas durante o ano.

A prática e a teoria

A época de Capricórnio é um momento de balanço em que, naturalmente, acaba se percebendo o que o tempo faz com as pessoas e discutindo o que realmente tem valor.

A última Lua Nova do ano acontece logo antes de um dos mais importantes acontecimentos astrológicos desse ano: o ingresso de Saturno no signo de Sagitário, que acontece no dia 23 .

Depois de passar dois anos e meio em Escorpião, nos obrigando a entrar em contato com nossas forças subterrâneas e nossos desejos mais profundos, o deus do tempo começará a nos perguntar no que exatamente nós acreditamos.

Uma das características mais marcantes dos trânsitos de Saturno é mostrar de forma muito concreta ideias ou posturas que até então podiam viver só no campo do teórico.

Saturno é mestre em demonstrar que na prática a teoria é outra.

Assim, durante os próximos dois anos e meio, nossa filosofia de vida, nossa fé, nossa postura ética e até mesmo os nossos conhecimentos serão testados pela vida.

Nada de tão terrível. Só o que vai acontecer é que, volta e meia, vamos estar diante de escolhas que demonstrarão até onde nossa prática de vida é coerente com o nosso discurso.

Um dos vários significados do signo de Sagitário são os estudos superiores. A passagem de Saturno por esse signo pode funcionar como uma espécie de doutorado em nós mesmos.

Quem não fugir da raia pode lucrar imensamente com esse período até porque será a partir dele que vamos enfrentar o próximo trânsito de Saturno. Quando ele chegar em Capricórnio, seremos obrigados a definir qual é o nosso lugar no mundo.

>> Leia mais previsões na coluna "Um Olhar Astrológico"

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.