Maio começa bonito, como costuma acontecer no mês em que se faz festa para as mães e em que as noivas gostam de se casar

O tempo de Touro é mais apropriado para a contemplação do que para a ação
Arte iG
O tempo de Touro é mais apropriado para a contemplação do que para a ação

Maio é recebido com um espetáculo deslumbrante com Vênus nascendo antes do Sol e brilhando soberana nas primeiras horas do primeiro dia do mês.

Um bom augúrio depois da tensão enorme que marcou o mês de abril. O grande quadrado dos signos cardinais, que se formou na metade do mês, e o movimento retrógrado de Marte criaram uma sensação de impasse quase insuportável que deixou todo mundo com os nervos à flor da pele.

O quadrado e o movimento retrógrado de Marte ainda persistirão por uma boa parte do mês, mas o Sol e Mercúrio no signo de Touro já estão funcionando como uma ponte entre Plutão e Júpiter (dois dos mais importantes protagonistas do quadrado) e apontarão saídas para situações que pareciam sem solução.

É verdade que nada vai acontecer muito rápido porque o tempo de Touro é mais apropriado para a contemplação do que para a ação. Ou seja, as soluções começarão a aparecer, mas a virtude da paciência vai continuar sendo necessária.

Logo no dia 2 , Vênus, o planeta regente do signo de Touro e que por isso está mandando no Sol e em Mercúrio, deixará as alturas sonhadoras e musicais do signo de Peixes para entrar em Áries e passar a refletir a energia dinâmica de Marte.

O interessante é que Marte está aparentemente andando para trás no signo de Libra, que também é regido por Venus. Isso significa que a senhora do amor e da imaginação vai comandar um exército imponente: o Sol, Mercúrio e Marte.

Com Vênus num signo de Marte e Marte num signo de Vênus uma fagulha de paixão pode surgir e incendiar não só os amores como os pensamentos ou a dedicação a um ideal.

>> Veja também: Previsões diárias de cada signo

A ideia de que outro mundo é possível, mais justo, por exigência da balança libriana, e mais bonito como as cores da natureza típicas do signo de Touro, vai cintilar mesmo diante das situações mais ásperas e desanimadoras.

E as coisas vão começar a caminhar um pouquinho mais depressa.

No final da primeira semana, Mercúrio escapa da dominação de Vênus e ganha autonomia no signo de Gêmeos, onde ele é o único senhor. E as coisas acelerarão mais um pouquinho.

No dia 10 de maio, o clima esfria e escurece um pouco porque o Sol bate de frente com Saturno que ainda está em Escorpião. Todo mundo fica mais desanimado.

Mas, ao mesmo tempo, Mercúrio faz uma parceria com Marte e estimula todos os movimentos e todas as mudanças. Liberta uma torrente de palavras que tanto pode ajudar as pessoas a se entenderem como criar uma pressa que pode levar a situações desastrosas. Como está numa relação tensa com Netuno, o senhor do nosso pensamento lógico está meio “sem noção” e pode meter os pés pelas mãos justamente em um momento em que se precisa mais dele.

De novo, a paciência é o grande antídoto. Como dizia São Paulo, a recompensa da paciência é a paciência.

Lá pela metade do mês, vamos encontrar a que talvez seja a Lua Cheia mais importante do ano. Pelo menos para todos os budistas que celebram nesta data o Vesak, a grande festa de quem compartilha essa maneira de ver o mundo. Diz a tradição que Buda nasceu, se iluminou e morreu numa Lua Cheia de maio.

Leia ainda:
Previsões para todos os signos em 2014
As mães de cada signo

Esta Lua Cheia opõe o Sol em Touro à Lua em Escorpião. O choque entre o mundo manifestado e o não manifestado. Este ano, como Saturno estará em conjunção com Lua, a alegria da festa pode ser turvada por um vago sentimento de perda, como se a gente começasse a inventariar tudo o que em algum momento nos faltou na vida.

Mas o clima meio depressivo será atenuado por Vênus que vai se meter no meio da tensão entre Plutão e Urano, a tal que anda abalando as bases dos sistemas de vida tradicionais.

Como ela passará exatamente no lugar onde está Urano, o mestre dos “insigths”, pode ser que surjam novas e brilhantes ideias para resolver os problemas que continuam existindo.

Finalmente, no dia 19, Marte volta a andar para frente. Agora é hora de se colocar em movimento, sem medo de “por a carroça adiante dos bois”.

Como Saturno, o senhor do bom senso, está brigando com Vênus e o Sol se desentendendo com Plutão, os movimentos podem ser um pouco radicais. Como os de um trapezista que salta sem a rede de proteção.

Mas pode até dar muito certo. Até porque tudo ficará mais leve e mais divertido no dia 20 quando o Sol entrar no agitado signo de Gêmeos.

Mais do que nunca vamos precisar recorrer à maravilhosa parceria entre Júpiter e Saturno, que já está por aí há algum tempo. Muito discretamente, mas está.

Quando se entendem bem, os dois planetas sociais simbolizam a ideia do desenvolvimento sustentável. A confiança, às vezes exagerada, de Júpiter sendo temperada pela prudência de Saturno. Os projetos que nascerem aí podem, não só dar certo, como durar muito tempo.

No dia 28, vamos encontrar a sociável Lua Nova de Gêmeos um pouco acelerada pela parceria com Marte e um pouco enlouquecida pela quadratura, em grau exato, com Netuno.

O impulso que sempre acompanha as Luas Novas pode ser forte demais e gerar um movimento errático, que pode nos levar a fazer ou dizer coisas que depois podem se mostrar inadequadas.

Menos mal que nesta mesma noite Vênus entrará no signo de Touro e Mercúrio no signo de Câncer. Nossos sentimentos vão dar uma meia-trava nas atitudes audaciosas demais que rolaram nos últimos dias.

O mês termina com o Sol em harmonia com Marte que, agora que está andando para frente, se dirige rapidamente para o confronto em grau exato com Urano e com Plutão, fazendo o quadrado reaparecer no céu.

Mas, ao mesmo tempo, a Lua transformará em coisa pessoal a parceria entre Saturno e Júpiter e, junto com Netuno, desenhará no céu o grande triângulo dos signos de água.

Vai ficar fácil perceber que, se somarmos a nossa generosidade emocional com a nossa sensibilidade e com a noção de limites, vamos encontrar “o caminho que tem um coração” como dizia Don Juan, o feiticeiro e mestre de Castanheda, e saber exatamente pelo que vale a pena lutar.

>> Leia mais previsões na coluna "Um Olhar Astrológico"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.