Durante este mês, será muito importante se informar através de várias fontes antes de tomar decisões irreversíveis

No dia 20, domingo de Páscoa, começará o tempo de Touro
Arte iG
No dia 20, domingo de Páscoa, começará o tempo de Touro

“Caiu, primeiro de abril!”. O clássico grito de vitória dos espertos que enganaram os tolos terá uma boa razão de ser no mês que está começando. Não que o céu esteja se divertindo às nossas custas, mas será muito fácil interpretar errado os sinais que chegam de lá.

Se até a história se deixa enganar no dia da mentira, porque nós não podemos cair no engodo de informações falsas?

Na verdade, boa parte das tensões que estão sendo esperadas para este ano vão se juntar nesse abril e nos passar a impressão de que estamos vivendo a véspera de um terremoto.

Logo de cara, o encontro entre o Sol e Urano forma um ângulo de noventa graus primeiro com Júpiter e logo depois com Plutão. Se somarmos a isso o movimento retrógrado de Marte no signo de Libra, o nível de tensão está muito alto e o cenário da tragédia parece formado.

A ameaça de guerra não é só um boato. Está sendo trombeteada por importantes líderes mundiais que parecem estar representando um simulacro de Guerra Fria.

Menos mal que Mercúrio, o planeta da lógica, que andava perturbado pelos vapores encantados de Netuno, conseguiu fazer uma aliança com Saturno, o planeta da razão, que está sempre nos obrigando a encarar a realidade. O resultado é que, antes de entrar em pânico, vamos conseguir pensar melhor.

>> Veja também: Previsões diárias de cada signo

Por isso será muito importante se informar através de várias fontes antes de tomar decisões irreversíveis ou decidir mudar de rumo. A tensão continuará crescendo e aquele bom senso que Mercúrio tinha roubado de Saturno vai para o espaço no dia 7, quando o deus-mensageiro entrar no signo de Áries e deixar as asinhas que leva nos pés vibrarem com a energia de Urano, o senhor dos grandes ventos.

Logo depois é a vez de Vênus, que desde o dia 5 tinha entrado em Peixes, se encontrar com Netuno e turbinar a nossa imaginação pessoal com imagens que pertencem a toda a humanidade. Conteúdos do inconsciente coletivo vão inundar - e talvez distorcer - as ideias forjadas pela nossa razão. Um tempo maravilhoso para os artistas, mas complicado para quem tentar interpretar a realidade.

A tensão atingirá seu ponto mais alto no dia 15, quando o Sol, a Lua, Júpiter, Urano e Marte desenharem um grande quadrado no céu e a Lua Cheia for totalmente encoberta por um eclipse. É importante lembrar que o que acontece durante um eclipse afeta os próximos seis meses.

Leia ainda:
Previsões para todos os signos em 2014
A beleza de cada signo

Como o Sol estará em Áries e a Lua em Libra, todos os tipos de relacionamentos e parcerias serão afetados. Tanto no plano pessoal como no social e político. Os que estiverem sob tensão provavelmente não resistirão. Os que resistirem sairão fortalecidos, mas com muitas modificações. Os que começarem nesta época serão altamente transformadores, mas não necessariamente duradouros.

Vai ser difícil resistir à tentação de fazer como os povos antigos que, durante um eclipse, saiam pela rua batendo panelas para espantar o dragão que acreditavam estar devorando o Sol ou a Lua.

Depois do estresse do eclipse, os dois planetas mais benéficos do céu, Vênus e Júpiter, estabelecerão uma poderosa parceria que vai acordar a esperança que estava escondida no fundo da caixa de Pandora.

Vamos precisar dela para encarar o sétimo choque em grau exato entre Urano e Plutão que estão, desde 2011, virando o mundo de ponta cabeça.

Mais uma vez, vamos perceber que o mundo mudou. E nós também.

No dia 20, domingo de Páscoa, começará o tempo de Touro. Com o Sol sob a influência de Vênus, as coisas ficam mais calmas e a Luz fica mais bonita. Este clima um pouco mais tranquilo nos ajudará a esperar pela Lua Nova que trará o segundo eclipse do mês e do ano. Desta vez, um eclipse do Sol.

Como o Sol e a Lua estarão em Touro, o tema principal do eclipse não vai ser mais os relacionamentos, mas sim a permanência e a impermanência das coisas.

No tempo que viu Buda nascer e se iluminar, talvez seja mais fácil aproveitar a harmonia entre Vênus, Júpiter, Saturno e Mercúrio em signos de água para compreender esses versos do poeta indu Rabindranath Tagore:

Ninguém é eterno, irmão
E nada dura eternamente.
Guarda isso no seu coração
E se contente.

>> Leia mais previsões na coluna "Um Olhar Astrológico"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.