iG Delas

Colunistas

enhanced by Google
 

Prazer & Sexo

A sexóloga Fátima Protti responde dúvidas das leitoras

Fátima Protti é psicóloga, terapeuta sexual e de casal; pós-graduada pela USP e autora dos livros “Vaginismo, quem cala nem sempre consente" e "Sexo, Amor e Prazer"

A intimidade corta o tesão?

A convivência deixou o sexo mecânico e meio sem graça. Fátima Protti comenta o problema que afeta a vida de muitos casais

18/07/2011 16:14

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

Acho que a intimidade está esfriando o clima do meu relacionamento. Fazemos muitas coisas juntos... Tomamos banho na frente do outro e falamos sobre tudo. Porém, o sexo ficou mecânico e meio sem graça. É normal isso acontecer? Será que nunca mais sentirei aquele frio na barriga?

A intimidade é um fator imprescindível na vida do casal porque viabiliza a comunicação, a troca de afeto e a construção de vínculos e sentimentos. No entanto, o problema pode estar no desrespeito da privacidade e na falta de limites entre os parceiros.

Os maus hábitos na convivência – como ir ao banheiro de porta aberta, arrotar e soltar gases na frente do outro – e a exposição frequente do corpo – como andar dentro de casa de calcinha, cueca ou sem roupa nenhuma – podem criar uma situação constrangedora ou acabar com o clima de sedução.

Outro fator é o aumento de peso, que tende a ocorrer após o casamento no aconchego do novo lar. O culto ao corpo perfeito tem aumentado a exigência das pessoas com relação à estética. Neste sentido, quilos a mais podem gerar certo desinteresse do parceiro e insegurança com a própria imagem – não é regra, mas acontece.

Mas existem algumas diferenças entre os gêneros. No homem, o tesão geralmente aparece rapidamente e sem a necessidade de muitos ingredientes. Basta um estímulo visual ou uma fantasia para que ele fique pronto para o sexo. Já no caso das mulheres, o tesão não surge tão facilmente porque outros fatores são necessários – como romantismo, mistério, fantasia e sedução. Porém, ao longo do relacionamento, a maioria destes elementos deixam de existir transformando a transa “caliente” num sexo sem graça. E as mulheres inevitavelmente sentem mais essa perda.

Outro fator importante para a ausência do tesão é a falta de espaço para a individualidade. O mistério e o desejo acabam quando um vive na extensão da vida do outro: fazer tudo juntos, viver apenas os mesmos prazeres, interesses e rodas de amigos, por exemplo. Todas as atitudes são previsíveis. As identidades ficam misturadas e aquilo que antes atraía pela diferença ou era motivo de admiração acaba desaparecendo.

Quando o relacionamento chega nesse ponto os casais sabem o que mudou e o que não desejam mais, mas dificilmente conhecem a origem das mudanças e não têm a menor ideia de que podem recuperar o desejo e melhorar a dinâmica. Porém, uma coisa é certa: o frio na barriga, o tremor nas pernas, taquicardia e a falta de ar só serão sentidos com uma nova paixão.

Visiste o site da sexóloga Fátima Protti

Sobre o articulista

Fátima Protti - delas_amoresexo@ig.com.br - Fátima Protti é psicóloga, terapeuta sexual e de casal; pós-graduada pela USP e autora do livro “Vaginismo, quem cala nem sempre consente" - Site: www.fatimaprotti.com.br

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    36 Comentários |

    Comente
    • Fernando | 05/08/2011 09:20

      Tudo o que se quer, o que se deseja ter na vida, sentir, fazer... demanda esforço, atenção, criatividade. Esta é uma regra imprescindível para se obter sucesso, seja qual for a situação.\nO problema é que muitas pessoas não tem o interesse,a motivação, não despertam sua criatividade com esforços pessoais...ou seja, não empreendem esforços no sentido de obter o que se deseja. \nTal situação não se restringe ao campo mental: a pessoa começa a viver como pensa. E se não pensa direito, não vive direito. Faz tudo pela metade, sem objetivo, sem realização, sem comemoração...\nPreferir brigadeiro a sexo: me desculpe, mas não tem comparação. São colocados no mesmo plano espécies bem distintas de satisfação física e mental.\nConhecer a si mesmo é uma poderosa ferramenta para viver bem a vida, em todas as suas extensões. Pensar, pensar, pensar... o auto conhecimento aliado ao pensamento esclarecido quebra as barreiras que nos parecem intransponíveis... viver, sem limitações... dê-se ao luxo, e não se arrependerá. Caso contrário.... o fracasso é inevitável.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • james | 04/08/2011 20:07

      Casamento não é lugar de fazer sexo. Esposa é sócia, companheira, mãe dos nossos filhos, Sra. Certas coisas não são para se fazer com ela. Uma Sra não deve de forma alguma expressar qualquer tesão especialmente por outro homem, tem que preservar nosso orgulho de macho intacto. Quando estivermos sedentos de sexo procuraremos discretamente em outras mulheres e após voltaremos silenciosos e cordiais para o aconchego do lar. Sou cristão, conservador e republicano, com toda honra. \n

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Gisele | 03/08/2011 15:42

      Infelizmente esse é o efeito colateral do casamento monogâmico.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • bruno | 02/08/2011 16:04

      Quando o homem consegue "trazer" a esposa para seu universo sexual, o tesão não acaba, mesmo os dois vivendo essas intimidades. Evidente que o homem deve SEMPRE conquistar e buscar, ao maximo, ser e oferecer aqueles elementos de atração que ele mostrou quando na fase de namoro. O que elimina a libido, com certez, é, por exemplo, o homem assistir a todo o parto do filho, vendo, filmando, etc. Isso, comprovadamente a curto prazo elimina o tesão pela mulher.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Mara | 28/07/2011 01:45

      O casamento até pode sobreviver muito bem sem o tesão juvenil, mas não sobrevive com qualidade e prazer se não houver companheirismo, cumplicidade e intimidade.. que nada mais é do que a entrega afetiva compartilhada, obvio!! \nQuando existe diálogo entre o casal, todas as questões podem ser esclarecidas, discutidas e superadas... porque é óbvio que com a rotina do dia a dia, os problemas, o estresse, filhos tudo isto provoca um desgaste natural em qualquer relação...Por isso o casal precisa ter consciencia de que o estimulo deve ser constante, atraves de carinhos,gentilezas e criatividade que muitas vezes são deixadas de lado depois que se casa... \n\nFelicidade é um estado interior que precisa alimentado, uma construção continua e para estar bem com a vida, com o casamento e com o sexo ´precisamos estar muito bem principalmente com a gente mesmo,investindo na autoestima e autoconhecimento... a partir daí tudo flui!!

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Fernanda | 27/07/2011 11:09

      Nossa ..me descupem ,mas alguns comentarios chegam a ser ridiculos ....\nTem pessoas k não entendo ..será que o medo de dizer a verdade é maior???Gentesou casada a 13 anos amo meu marido e o sexo é uma droga ....não pork ele não me de carinho ...ou essas coisas idiotas que dizem ...ele é carinhoso ...bom de cama ..mas as coisas mudam e o sexo tbm ao çlongo da vida ..é normal ....as vezes prefiro um brigadeiro do que sexo é normal ...por k tem k sempre dizer k o sexo é otimo ..a oras bolas qtas mentiras ..vi um comentario k diz k onde há amor não se perde o tesão ....pelo amor ..onde essa pessoa vive???em nuvens cor de rosa.....a gente vamos ser sinceros ....

      Responder comentário | Denunciar comentário
      Salete | 14/08/2011 08:32

      Parabéns Fernanda..até que enfim alguém com lucidez...penso sememlhante a ti...amor e tesão são instâncias diferentes...podemos ter um e não ter o outro ou vice-versa...chega de hipocrisia....o que todos querem é ser feliz e para isso acontecer é necessário " quebrar" essas regras funestas que tentam nos impor...\nE vamos ser sinceras..um brigadeiro bem feito....hummmmmmmmm

      Denunciar comentário
      Sandrinha | 12/08/2011 23:13

      Ah eu acho que depende do casamento eu tenho quase 11 de casada amo meu marido e o sexo é excelente, estranho esse sexo seu ser uma droga Fernanda dá uma vasculhadinha que vc vai achar alguma coisa nesse relacionamento que vc não está te agradando, tem alguma coisa errada aí , pode apostar ! bjinho

      Denunciar comentário
      Fred | 12/08/2011 12:02

      Taí...falou tudo. Gente sensata é outra coisa.

      Denunciar comentário
      james | 04/08/2011 20:12

      Ta aí Fernada, você é uma mulher muito interessante, só pela sinceridade deve ser muito sexy, detesto mulher pegajosa idiota fingindo tesão o tempo todo.

      Denunciar comentário
    1. Anterior
    2. 1
    3. 2
    4. 3
    5. 4
    6. Próxima

    Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!




    *Campos obrigatórios

    "Seu comentário passará por moderação antes de ser publicado"

    Ver de novo